Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

23
Abr10

É Cenofobia :p

Olá  C:

 

Mais uma semana de aulas passada e uma fim-de-semana para passar a estudar a chegar.  Este 3º periodo parece diferente que não me agrada lá muito, mas temos que nos adaptar.

 

Na quarta-feira à noite foi a estreia da peça “Cenofobia” do grupo de teatro na xina lua na ACERT. Conseguiram-me arranjar bilhete  *.*

Foi tão giro, mas mesmo tão giro, a vibração e ritmo do espectaculo é o que mais se faz sentir no público. De todos os que já fui ver, este foi o com mais energia, interacção dos actores com o público, produção e não tem uma história definida é deixarmo-nos levar pela imaginação.

Uma semana antes da peça os da minha turma andavam todos fora de si, mas o resultado foi um espanto.

 

10ºC RULA  @

 

No final do espectaculo aquilo foram só abraços e “parabéns”  $:

Estiveram todos magnificos e há pessoas com imenso jeito para o teatro.

Os andrés são muito preversos (prinicpalmente na cena de matar um deles (o menino S) que diz com cada coisa)  :P

Ele andou a treinar comigo e com a Rita G. nas aulas de filosofia  (aa)

Ginásio, porquês?, aranhas, lazer, morte e não me lembro de mais cenas  xD

Adorei e faço questão de ir ver mais umas 2 vezes, por isso depois sou capaz de postar as fotos que tirar  ^^

No fim do espectaculo estava completamente fora de mim, super irrequieta, não me conseguia controlar (a Soul sabe uma das razões) e demorei imenso tempo a adormecer, como já seria de esperar...

 

As pessoas insinuam, a imaginação voa e é um sonho de realidade.

Tem sempre que haver um assunto para se falar, mesmo sendo uma total invenção. Não se pode prever o futuro muito menos com as certezas que o diziam, mas mesmo assim continuam a contrariar a minha palavra!  :x

BASTA!!!

Não me interessa o que dizem, o que pensam e muito menos o que querem que aconteça, não quero dar ouvidos a isso, não quero estragar nada do que tenho agora, só quero seguir em frente tal e qual como estou agora.

 

Bye-Bye

17
Abr10

Bla, Bla, Bla

Ola  C:

 

Ainda mal começaram as aulas e já quero férias novamente, é que digamos que o 3º periodo não começou da melhor maneira  :x

 

Esta semana que vêm tenho dois trabalhos para apresentar e ainda não fizemos nada, supostamente ontem deviamos ter feito alguma coisa, mas foi mais conversa  x)

Mas foi uma tarde interessante, não tenho culpa de ter ficado um bocado supreendida e não ter conseguido dizer nada, é informação demasiado verdade para mim.

 

E agora para ajudar a festa tenho anemia, que é simplesmente lindo!!!

 

Dizem que sim, fazem perguntas que não têm resposta directa, insinuam coisas que podem não ser a verdade, mas a verdade é que as vezes parece.

Ainda ontem sem querer deixou fugir “ela não me quer”, terá algo escondido por trás?

Só alguns sabiam da história a brincar, mas agora já perdi a conta, sim, as paredes tem ouvidos.

Quero saber a verdadeira verdade, podem ser filmes, como já é normal, mas também podem não ser.

"O não querer, não quer dizer que não aconteça!"

Positivismo, apesar de ir ser negativismo, ao contrário do que todos dizem.

 

Bye

07
Abr10

Anjo da Paixão

Nascemos, aprendemos, vivemos, sofremos e morremos. Ninguém pode escapar, não há nada perfeito, foi uma pura invenção do homem para se iludir a si próprio.

 

A areia ainda se encontrava meia molhada, tinha acabado de ser maré cheia, o vento começa a levantar trazendo consigo o frio da noite que se ia misturando com o calor do amanhecer.

O olhar não se desprendia do mar, como os pensamentos dos problemas. Encolho-me sobre o meu próprio corpo, sentia o vento gélido a entrar pelas roupas e dissipar-se pelo corpo. Mas o frio que se fazia sentir era o menor dos meus problemas.

Via-me a cair pelo abismo e sem forma de o contornar, como pode uma pessoa animar-se quando não existe nenhuma solução aparente?!

Pode-se mudar o rumo da vida sempre que é possivel, fazêmo-lo todos os dias, nas nossas decisões, até só por prazer. Mas quando nos deparamos com uma situação que nos obriga a mudar, não queremos aceitar isso.

Não consigo conter um suspiro de desespero. A pressão e stress deixavam-me sem caminho a percorrer, mas com uma total noção do que se passava. Quebro o frio do meu corpo e pensamentos, levantando-me. O sol começa a fazer-se notar, tornando o seu reflexo único e mágico “Quem me dera que às vezes também fosse assim”. Os pés rapidamente se afundam na areia, mas isso fazia-me sentir viva.

Tal como a lua e o sol não se misturam, as ondas e a areia também não, ao contrário dos meus pensamentos com a alma.

Uma levada de vento faz-me parar e respirar fundo. O meu corpo começa a aquecer, as forças começam a voltar...tudo começa a ficar mais claro.

-“Melhor?” – pergunta alguém que se põe à minha frente delicadamente.

Era como um anjo caído do céu, divinal!

Os seus olhos verdes com uma mistura de azul e castanho pareciam o céu misturado com a terra, o seu cabelo era castanho ligeiramente curto e com franja que lhe dava um ar doce, era alto, talvez 1,80, o seu corpo era musculado e bem definido. Vestia umas calças de ganga com uma camisa branca que esvoaçava com o vento, dava a impressão de possuir umas verdadeiras asas. O seu sorriso, naquele momento era de uma preocupação timida.

Todo ele tinha conseguido chamar a minha atenção e só pensar no “Como me sentia segura ao seu lado e era capaz de enfrentar tudo com a sua paixão”.

Abano com a cabeça a dizer que “Sim”, o seu sorriso passa para um timido carinhoso.

Desvio o olhar, finalmente, para o horizonte. O sol começa a subir para um céu de azul mais claro a cada minuto.

-“Obrigada pelo casaco” – timidamente as palavras saem.

-“Não tebs de quê” - Sentia o seu olhar cravado em mim, mas não me sentia contrangida, pelo contrário, uma segurança sã sem saber bem porquê. – “Sou o Jared Padalecki.”

O meu olhar fixa-se novamente no dele.

-“Eu sou ...” – não consigo acabar a frase, porque ele interrompe-me.

-“Eu sei quem tu és.” – diz ele com um sorriso lindo. O meu espanto não podia ser pior, nunca o tinha visto. – “Pode soar estranho, eu sei, mas desde que me mudei para aqui tu foste a primeira pessoa que vi e conseguiste captar-me como nunca ninguém o conseguiu. Tenho-te observado e a cada minuto que passa tenho mais acerteza que és tu!”

Não conseguia articular uma única palavra, recuo uns passos atrás.

-“Não precisas de ter medo, eu não te vou fazer mal, seria incapaz de magoar alguém como tu.”

As palavras ficaram por aí, as nossas expressões valiam por elas. Não me consigo conter e abraço-o.

-“Fazes-me sentir segura, conseguiste enfeitiçar-me pela tua beleza e tocar-me no coração com esse teu sorriso.” – sussuro-lhe ao ouvido.

-“É esse o meu dever”. – ele mexe-me no cabelo, afastando-o da cara – “Deixa-me ficar contigo, seremos um só e juntos carregaremos esse fardo. Comigo ao teu lado não terás de viver de coração fechado.”

O seu corpo encosta-se ao meu, juntando a sua cabeça à minha na minha, não deixando quebrar o olhar entre nós.

-“Deixa-me ser o teu anjo da guarda.”

Sorrio-lhe e pego-lhe nas mãos.

O sol, todo poderoso, mostra o seu brilho, obrigando-me a fechar os olhos e quando os volto a abrir, não vejo o Jared, mas sim um verdadeiro anjo.

-“Não temais, está na altura de seguires em frente...” – Diz o anjo em som de eco.

O clarão faz-se notar novamente e novamente fecho e abro os olhos. Encontrava-me no mesmo lugar, as ondas rebentam muito próximo da nossa beira, olho para o mar e suspiro profundamente.

“Sim!” – o meu olhar vidra-se nele, passo-lhe a mão pela cara e cabelo e como uma leveza de vento afasto-me dele. Deixando-me levar pela brisa, começo a correr pelo areial seguida pelo meu Anjo da Paixão.

 

“Faz tudo por paixão” by Jared Padalecki

07
Abr10

OMS :O

Ola  :x

 

O JUDAS deste ano para mim foi um dos melhores até agora, apostaram mais nos adereços e na pirotécnia do que propriamente nas coreografias, foi mesmo muito giro. Eu cada vez que reconhecia alguém punha-me aos pulinhos só mesmo figuras tristes C :

 

Ontem fui tirar o aparelho, detesto ver-me assim  T.T  Gostava do meu sorriso metálico, apesar de tudo, já estava habituada, sempre quis ter aparelho. Hoje vou lá por o outro, bah  --‘

 

OMS  :O

Eu não sei como foi isto possível, mas foi e está feito.

Ao fim de meses voltei a escrever uma short completa.

Não sei explicar o porque talvez tenha uma explicação,mas é secreta, bem mais ou menos, mas prontos.

Esta está um bocado diferente das outras e o final não está lá grande coisa, mas sabia como fazer melhor...

Espero que gostem  ^.^

No próximo post.....

 

 

Bye

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Mensagens

Inspiração


Follow

Sentimentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.