Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

27
Jan16

lovatic day

 

Nunca deixou de ser uma inspiração e um orgulho em te-lâ como ídolo e uma pessoa de referência. Passou tempos dificeís, venceu-os e acabou por mostar o quão lutadora, feliz e linda é no seu interior.

Podia escrever em como me identifico com ela, quando ela passou pelos momentos, eu também estava nos meus, como quando ela começou a ganhar a confiança para se revelar, eu também. De como há músicas que me tocam no coração e não consigo ouvi-las sem chorar, porque naquela altura faziam tanto sentido para exprimir as emoções mais dolorosas. ...

Vai haver dias bons e outros menos bons, mas no final há que saber sorrir porque já vencemos batalhas e muitas mais hão de vir, porque no final cada dia é uma luta para se ser uma pessoa melhor. Temos que aprender a apreciar as coisas pequenas, o que nos rodeia e faz feliz para assim sermos capazes de superar as dificuldades. Todos nós temos essa força, se for preciso pede-se ajuda não é vergonha mas sim uma grande coragem!

Para mim isto foi o principal que ela me ensinou, nunca desistir dos nossos sonhos e sorrir sempre.

Happy Lovatic Day!

 

17
Jan16

dark side

    3:05 e os pensamentos mais sombrios começam a atormentar a minha mente. Os medos e inseguranças tomam conta do meu corpo cansado, sem rumo. Nestas horas, tudo vem à tona e é difícil ver perante o caos que se apresenta. Durante o dia o corpo e mente lutam para sobreviver, encontrar motivação para continuar e não acabar perdida no caos entre a realidade e o imaginário. Estar com os pés assentes na terra não é fácil, quando sonhar é tão ambicioso e parece ser tão simples e brilhante. Já a realidade é dura, o esforço parece não ter fim apesar das forças impostas neste.

    Esta dor do meu ser racional a lutar contra o meu ser irracional é excruciante e grita para que me corte, para que este aperto no peito, que me tira o fôlego, pare por uns momentos. O meu corpo quer gritar, mas aprendeu a chorar em silêncio. As lágrimas correm como uma cascata e levam com elas um pouco da dor dos meus seres.

   Duas personalidades que lutam e se apoiam para nenhuma sucumbir às constantes provações. Duas pessoas que parecem tão opostas, que vivem em mundos diferentes, mas partilham a mesma essência, os mesmos sonhos e ambições. Uma mais viva, outra mais fechada, ambas com muros altos à volta, como se isso as defendesse das pequenas coisas que os pequenos monstros sempre tentam trazer à tona.

   Um futuro incerto, um medo constante, tentativas de não cair na tentação de morder, uma vez mais, a maçã da destruição.

 

06
Jan16

cartas

              Por mais que ela tentasse escapar da escuridão, olhando em frente e ignorar o meio em que a sua alma estava envolvida, não havia rota de fuga. Haveria algum momento em que ela iria chocar com algo que a fizesse lembrar que por mais que o dia fosse claro, iria sempre existir a noite, a gritar pelo nome dela. Esta voz era ignorada vezes sem conta porque no dia seguinte ela iria continuar à procura da luz que perdeu, que a foi deixando ao passar dos dias.

               Ela estava tão concentrada a viver cada dia e a olhar em frente que foi deixando desvanecer o seu lado mais criativo, a sua forma de se expressar e libertar os pensamentos mais profundos. Até que por acaso e sem querer, ela encontrou as suas antigas cartas e uma nostalgia e escuridão se apoderou dela e que a obrigou a escrever.

                “As cartas estavam todas juntas no fundo da caixa a espera de serem lidas outra vez, para mexerem comigo, o que já não acontece há algum tempo. Esta minha forma de liberdade foi sido posta de lado ao longo dos dias, semanas, meses porque que me rodeia envolveu-me de tal forma, deixei de ter tempo, paciência.

                Agora que comecei a atingir o sucesso e faz parte do meu trabalho manter-me sempre atualizada, fiz uma mudança no meu armário quando as encontro e é por isso que estou a escrever outra vez. Para me libertar, já que a minha vida sofreu mudanças que me obrigaram a estar em mais contacto com a realidade que comigo mesma. São os anos 80, o que pode estar na moda hoje, amanhã já é passado, é necessário estar sempre atenta e preparada para as mudanças que podem ocorrer.

                Mas essa não é a razão para estar a escrever…não posso mais fugir da pessoa que sou. Aquelas cartas foram escritas com um sentimento difícil de esconder, as palavras fluíam tão naturalmente que até entre as entrelinhas existem sentimentos, pensamentos, frases escondidas. Estivesse alegre ou triste, apaixonada ou coração partido, um dia bom ou um dia, nunca conseguia parar de escrever, era o que fazia melhor naquela altura. Mas será que agora ainda o faço? Será que consigo voltar a por tais palavras com tamanhas emoções?"

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Mensagens

Inspiração


Follow

Sentimentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.