Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

22
Nov15

conversas paralelas

   Numa conversa, duas pessoas começam a argumentar que não percebem como é que os alunos conseguem tirar notas tão baixas sendo as perguntas dos exames sempre as mesmas num caso e sendo exercícios praticamente iguais ao que foram feitos nas aulas no outro caso. Há que salientar o facto que são excelentes alunos, com boas médias e que conseguem lidar bem com qualquer tipo de situação que apareça e organizarem-se bem. Pessoas, que geralmente são assim, conseguem habituar-se bem a novas situações facilmente e o período de mudança por que os seus cérebros e corpo passam é consideravelmente mais curto.

   A maioria das outras pessoas não é assim, eu inclusive. Vir para o ensino superior é uma mudança enorme a todos os níveis. Primeiro o nível de exigência é superior e até conseguir encontrar o próprio ritmo nos estudos é o mais difícil. É verdade que as coisas até podem ser iguais e fáceis mas ter um ritmo de estudo contínuo é complicado, gerir o stress e pressão que nos estão sobre os ombros dificulta ainda mais esse processo. Segundo é o nível pessoal, muitos estudantes vão para cidade diferentes, longe dos pais e essa liberdade pessoal tem bastante influência na maneira como se vai levar a vida no ensino superior. Terceiro a forma como estas duas primeiras afetam o nosso sistema psicológico e a maneira como reagimos a isso, é um fator que vai variar de pessoas para pessoa. Por esta razão não se pode fazer comparações e simplesmente generalizar o problema como é mais fácil fazer.

   Eu por exemplo, não lido bem com stress e pressão, e normalmente os meus testes/exames, trabalhos são todos na mesma altura e, mesmo que comece a estudar e a preparar as coisas com antecedência, na altura em que tudo esta a ocorrer é extramente difícil mudar o meu cérebro automaticamente de um assunto para o outro. E assim conseguir ter diferentes caixas para abrir e fechar. Não consigo ser assim por mais que me esforce e saber que estou a dar o meu melhor.

   Apeteceu-me responder, mas não vale a pena argumentar com pessoas que estão habituadas e conseguem abrir e fechar tão bem essas caixas, isso é ótimo para vocês, mas o que não é bonito é menosprezar os que não conseguem e depois dizer que não entendem porque nunca vão se conseguir por no lugar dessas pessoas porque temos que admitir o mundo é mais facilitado algumas vezes, para quem tem essas habilidades. Não estou a dizer que não se esforcem mas de certeza que não passam por tanto como pessoas como eu e muitas outras e se sentem completamente arrasados quando os esforços não são recompensados e ainda tem que ouvi-los a ser superiores.

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Mensagens

Inspiração


Follow

Sentimentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.