Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

03
Abr17

*porque é que os dias têm que ser tão bonitos e a dor tão cruel

Os dias começam a ser maiores e quando o sol decide aparecer, traz com ele aquele cheiro agradável de primavera! É a época do ano que mais gosto, quando os dias trazem mais horas de sol, e com ele vêm o calor que aquece tudo à sua volta. Sair à rua é um sentimento tão agradável, ver as flores a desabrocharem nas árvores, tudo parece mais bonito e encatador. Poder começar a largar roupas mais quentes, casacos pesados e aos poucos ir passando para as mais ligeiras e mais bonitas. Andar na rua e sentir o sol na cara, o vento nos cabelos e sorrir por ser mais um dia com sol. Porém só me traz mais saudades e nostalgia. A tua falta é cada vez mais sentida, é a minha época favorita na qual tenho mais memórias da rotina e a dor de não ter isso é levada à revolta original. Porque é que têm que continuar a haver esta distância, porque é que esta dor só aumenta, porque é que apesar de as lições que já aprendi não se torna mais fácil, mas o contrário.

Tenho que esconder toda a dor num sorriso e ir arranjar a força as memórias para (sobre)viver mais um dia. É tão contraditório, sair à rua e ser inundada da boa energia do outono a acabar e a primavera a começar, mas ao mesmo tempo só cria mais dor para esta ferida de saudades. 

Há dias que é tão esgotante fazer uma ginástica que acaba a dar em nada, acordar com o sol e sentir-me bem só que aquela dor permanece até ouvir a tua voz. Quero ser forte, se aguentei até agora depois de tantas buracos superados porque é que me deixo cair de tal maneira, na minha mente penso que é só um dia mau. É só mais um, desde quando é que voltei a tornar-me tão fraca, tão vunerável... Quero aproveitar, mas o vazio não desaparece e só quero fugir desta revolta que se instalou.

Pensar positivo, com o passar dos dias vêm uma alegria mas também a nostalgia e o medo do futuro...

São tantas as memórias, os momentos que quero voltar à rotina de te ter ao meu lado, ligar-te e dizeres que sim.

Mas nada disso é possível, só existe este vazio e distância no meu coração.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Mensagens

Inspiração


Follow

Sentimentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.