Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

29.Jan.10

Viver um dia de cada vez!

Bem-Vindos…

 

Novo visual feito pela minha amada Bestie  *.*   Muito obrigada, sabes o quanto isto significa

Quando lho pedi para me fazer, disse que ia virar a página, mas depois estive a pensar melhor e vou começar um novo capitulo, simplesmente. O passado anda de mão dada com o presente e sempre a atormentar-me a alma. Tento ser forte e seguir com a minha vida, enterrando o passado, mas há momentos em que isso tudo é impossível para mim. A dor é mais forte que o pensamento. Felizmente tenho quem me apoie, mas de que serve isso se mesmo no fim de tudo, há pessoas interesseiras que ainda me arruínam a vida? Fazem questão de me lembrar cada momento de tudo e não percebem que só me estam a fazer sofrer cada vez mais. Devia ser eu que devia ignorar, não dirigir a palavra, não mostrar qualquer importância, mas é precisamente o contrário. Só não quero deitar uma amizade daquelas ao ar! O meu único refúgio é a música e escrever, já perdi a conta de quantas vezes num dia ligo e desligo o mp4, a satisfação de escrever voltou a fazer parte de breves momentos da minha vida.  <’3

A minha vida toda desmoronou-se completamente, reconstruo-a aos poucos e poucos, apesar que de vez em quando algo destruir metade.

 

 

 


 

 

No 9º ano queixava-me de ser muita matéria para os testes, mas agora nem vale a pena falar, mais de um livro inteiro para estudar para os testes intermédios de biologia-geologia e físico-química. No primeiro é mais decorar alguns conceitos e associa-los uns aos outros, agora no segundo são formulas infinitas que me baralham cada vez mais  :S   E eu tenho que tirar boa nota para subir a minha média! Na sexta foi o intermédio a matemática e nem comento, era mais ou menos fácil, mas esqueci-me de aplicar muitas coisas e agora começamos a dar funções, uma matéria que não é das minhas favoritas. Acho que eu própria já sou baralhada  :x 

Eu devia aplicar-me mais, mas não tenho tempo, só aos fins-de-semana e muitas vezes não estou com cabeça para isso. Aulas de e.f. em que me esforço, mas sou um zero à esquerda e agora ando aqui com o pé direito inchado sem saber porque, talvez por causa dos saltos para a areia, vou sempre tensa.

Ultimamente tensa tem sido o meu primeiro nome, num minuto posso estar muito bem e no seguinte já estar completamente frustrada, ou amuada, ou furiosa.

 Na natação começamos com mariposa, não tenho jeitinho nenhum e não gosto e para piorar as coisas, o ambiente não é dos melhores, alguém não está interessado em dar o braço a torcer e os que não têm culpa de nada é que levam com isto tudo  --‘

 


Visita o meu novo blog onde vai ser publicada uma fic completa "A Ida para a América" 

 

Bye-Bye 

 

09.Jan.10

Texto :$

O choro finalmente chegou…

Não um choro comum, mas sim um choro profundo.

Profundo como as entranhas da terra, tanta dor e sofrimento que durante tempo indeterminado estiveram escondidos num canto sombrio que ia aumentando o seu território.

Agora que tudo veio ao de cima, é difícil parar.

Olho para um lado e tudo me faz lembrar de qualquer coisa e para o outro igualmente.

Um alívio devia estar a apoderar-se do meu estado de espírito, mas só a dor permanece.

Podia ser uma felicidade de choro, mas não o é.

É a dor da percepção de poder estar a perder algo que me ajudou a superar outra dor, igual a de agora. Mais tarde ou mais cedo algo iria acontecer é o destino, mas que não fosse tão lento e violento ao mesmo tempo.

Quero ficar no meu mundo, sem ter que dar satisfações a ninguém.