Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

18
Jun11

relembranças

 

Lembro-me daquele dia, o último do período o que tocou no fundo da ferida e talvez tenha sido o ponto de mudança. Foram as atitudes que mais magoaram, mas que abriram a última fechadura da caixa.

Uma encruzilhada, perdida, sem saber por qual caminho tomar, só existia o vício, felizmente é a única marca passando despercebida, uma das últimas vezes. São perguntas sem resposta de tempos complicados, já passou...

Demorou, custou, mas superei.

Grande parte veio de mim, aquela força que pensamos não ter, mas quando menos esperamos encontramo-la, mas sempre tive pessoas que apesar de tudo estavam lá para mim.

Ao princípio é difícil aceitar as mudanças, o sentimento de culpa ainda pesava, mas bastou um gesto, aquele que tanto desejava, para seguir em frente.

Deixar o lugar sombrio, voltar a saber sorrir, voltar a viver, voltar a encontrar-me.

A rotina voltou com mudanças para melhor.

Um episódio (não sei porque me lembrei, foi o último dia e já lá vai meio ano, é uma parte de mim com que aprendi a viver e a falar e a controlar) o último de uma história estúpida.

Relembrar e esquecer logo a seguir apesar de fazer parte do que já fui, há assuntos mais importantes a relembrar sem parar sem nunca perder o encanto.

 

15
Jun11

#11

Mais uma batalha para vencer de uma guerra que acaba em poucos anos!

 

momentos mais faceis, outros mais dificeis

ultrupassaveis, apesar de duvidar

tanto tempo com um sentimento forte

para poder gritar ao mundo que não sou mais o que pensam

cresci, aprendi e irei continuar

"és forte"

07
Jun11

crazy?!

É apenas aquela sensação novamente. Um lado negro que quero esconder de quem não merece sentir a sua presença novamente. Aquela chamada deseperada consumindo-se dos piores sentimentos, levando-me ao limite, fazendo-me gostar do que é um instinto de sobrevivência. Frustração, medo, desejo de liberdade, insegurança aparecendo por minimas coisas, deixando um corpo à deriva da loucura. Não me reconheço ao espelho, quem sou por baixo daqueles olhos vermelhos que choram por tanto e por nada, quem manda no corpo inerte movido pelo sombrio. Novamente à beira da linha do abismo, prestes a cair, puxada pelo vicio, resistindo...

Não sei quanto mais tempo aguento tentando ser forte, ouvindo daqui e dali o que realmente se passa mas algo a que não quero ligar porque não querer deixar que isso me leve ao estremo novamente. Não é agora que vou vacilar a poucos passos de um quase final de ano, não agora.

Estou na loucura tendo um único fio a me agarrar, por quem viver e sonhar.

Ás vezes era mais fácil puxar o gatilho para deixar de ouvir o culminar das palavras destruindo um muro que demorou a construir e a controlar, deixar a dor apoderar-se de tudo o que possa ser psicológico, deixar o lado negro vencer por uma mais vez. Simples loucura num lugar cheio de outras tantas. Aquela caixa querendo me fechar lá por mais um tempos lá dentro, mas tenho uma vida cá fora que amo acima de tudo, que me custou e da qual não quero abdicar.

Só preciso que digam que não passou de um momento na minha cabeça por não conseguir primeiro em mim e depois nos outros mais uma vez e deixar me consumir demasiado tempo por tais sentimentos que corroem o sangue que me corre nas veias.

Simples loucura, simples escuridão, simples perda de controlo.

 

És o que me faz viver e sorrir por mais que as coisas corram mal, apenas porque o teu sorriso me faz viver!

 

05
Jun11

#10

Seria de esperar o sol brilhar durante todo o dia no céu e que não fosse escondido pelas nuvens que trazem uma tempestade consigo. Mais um dia de temporal, trovões com imensa luminosidade, chuva intensa, grossa e fria. Sempre gostei deste tempo para poder ficar em casa, acabava por ficar como o tempo, meia que deprimida, mas com inspiração que ia e vinha conforme a força da chuva.

Agora aqui estou eu inspirada e concretizada lembrando sem conta todos os momentos, parvoices, brincadeiras, conversas e a escrever sem parar o que quero tentar demonstrar por palavras apesar de saber que um gesto mais vale do meras palavras.

{São já quatro anos a escrever por estas paginas, ao inicio por uma simples ocupação de tempo, testemunhando mudanças e vivências. Em apenas dois anos a existência sem sentido aparente disto passou a possuir uma razão “because something”. Ao inicio escondida e só agora admitida, era por mim mas não só, existia sempre algo em todos os textos por mais pequeno e subentendido que se encontrasse. A história da minha vida que dei a conhecer por entre as entrelinhas.}

Sou capaz de repetir isto vezes sem conta:

quando escrevo não é por obrigação, mas por puro prazer de expressar o que muitas vezes não consigo de forma natural

 

Apetece-me gritar a todo o mundo o que vai na minha alma, o quão é bom finalmente ter encontrado o que sempre desejei e amei.

 

i love you

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mensagens

Inspiração


Follow

Sentimentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.