Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

05
Out16

*até quando esta dor

escrito por bii yue

Hoje é um daqueles dias, que por mais que ponha um sorriso falso na cara ou tente pensar positivo, não dá para aguentar esta dor no peito. Sinto-me impotente comigo própria.

As lágrimas vão escorrendo tentando levar com elas um pouco da solidão, as mágoas do tempo que não é possível ter para haver uma conversa, a dor de não poder chegar ao fim do dia e partilhar como foi, as ideias e preocupações. Até quando este pobre coração vai ser capaz de aguentar?

Aquele choro profundo que quebra a alma em pedaços cada vez mais pequenos. É mais um noite a adormecer agarrada a tua presença inanimada, vencida pelo cansaço e choro.

Porque é que é tão dificil ser forte e conseguir vencer esta depressão que se abateu e não quer desaparecer, por mais que me tente ajustar à realidade e pensar nas palavras de encorajamento...

Não quero preocupar-te ainda mais, prometi-te, mas hoje precisava de ti e apenas tenho o silêncio. Não sei o que fazer, quero dizer-te mas não quero depois vir a ser a razão de não teres vivido. Chorar em silêncio e esperar que amanha venha a ser um dia melhor...

04
Out16

*dias de cão

escrito por bii yue

As insónias, os sonhos e os pesadelos mais a constante luta entre a ansiedade e a pouca vontade de tratar de mim começam a sentir-se pelo cansaço extremo ao fim do dia. Aquela depressão que aparece ao fim do dia, ao ouvir as músicas que mais identificam os meus sentimentos no momento. A inspiração que acompanha o choro nas palavras mais intensas.

É um misto de sentimentos, quero continuar a aproveitar a minha vida, mas sem ti simplesmente não é a mesma coisa. Não é tão colorido, não é aquele sentimento de me sentir realizada ao fim do dia. As tuas palavras continuam na minha cabeça e não te quero desiludir, mas a minha essência é suave e intensa e preciso das tuas palavras para me ajudar a ter os pés assentes na terra.

As saudades apertam e apertam...

Há dias mais fáceis e outros mais complicados, estou a tentar aos poucos ajustar-me a rotina sem ti fisicamente. O meu ambiente mudou, já não tenho a energia ou paciência de antigamente para aproveitar a vida académica e a minha mentalidade e realidade foram obrigadas a crescer no último ano. Só quero que passe mais um dia e que amanhã a dor já seja um pouco mais fácil de lidar. Meio que encontrei o caminho, focar-me nos objetivos, mas continuo a sentir-me meia perdida nesta agitação de realidades.

Os nossos pequenos momentos passaram a significar tanto, as memórias são ouro e as sensações são sagradas para aconchegar um pouco o coração. Esta vontade enorme de puder ligar-te para partilhar o que me vai na alma. Quero ouvir a tua voz, quero ver-te, quero sentir-te perto de mim uma vez mais.

Não é fácil para os dois lados, estou constantemente a espera de poder falar contigo, porque os dias são negros, mas és capaz de os tornar um pouco melhores. E assim aos poucos vai surgindo a coragem para me agarrar a pequenos pedaços de realidade e organizar a confusão que sou.

 

01
Out16

por favor, acorda

escrito por bii yue

O pior inimigo és tua mesma!

Completamente perdida numa floresta sombria que é a minha mente, escondida atrás da árvores. Tentando compreender a realidade, completamente envolvida na minha dor e desespero. É tudo tão intenso e doloroso, por isso é mais fácil colocar um muro à minha volta e confiar o que sinto a quem o meu coração pertence, e tentar fingir que é melhor assim. 

Com a cabeça entre as pernas o choro vai caindo, tentando levar com eles as palavras duras de realidade. A criança perdida e com o sorriso triste apareceu e quer que a continue a seguir para aquele covil de feridas saradas. 

O meu maior medo acabou por acontecer, deixar-me levar completamento pelos sentimentos e acabar a viver novamente com os montros e isolar-me do que me levou tanto a conquistar! Perdida na revolta e dor, ignorando que não sou uma pessoa só, há quem também sofra comigo.

A mão da criança é quente e apelativa, mas eu encontrei o meu caminho... Posso estar sozinha, mas tenho o apoio de quem me quer bem. 

Quero manter aquelas palavras perto do meu coração, mas a escuridão torna-se demasiado ruidosa e perco-me novamente no caminho que é visível em linha reta.

Tenho um futuro pelo qual lutar, é frustrante cair vezes e vezes no degrau e ver os monstros a rirem-se de mim, por ver as pessoas à minha volta a seguirem em frente. Só que não desisti, não por nunca me ter passado pela cabeça, mas porque esta é a liberdade que me propocionou começar a viver e é nela que tenho que continuar a ter esperança. 

Quero profundamente acreditar que o meu momento e oportunidade irão chegar, mas a dor e revolta são tão profundas, como aquela ferida que sangra e se sente, sem mais ninguém desconfiar. O desconhecido é tão assustador, não ter controle sobre a realidade e ser arrastada pela maré é uma tortura para o meu coração.

Quero acordar deste lugar sombrio, o mundo esta lá fora e continuar a andar. Vai continuar a doer e a sangrar, mas a única salvação sou eu mesma. Por favor lembra-te do chamado da realidade, a razão do teu sorriso, a razão para continuares a querer a liberdade, a razão de que no fim vais descobrir e ser alguém melhor!

Aventura de uma vida ♥

because your smile make me live ♥

Pág. 2/2

Sobre mim

foto do autor

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

Instagram

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Inspiração


Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me