Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

31
Mai21

#22 de 52 perguntas

alma de bii yue

o teu percurso escolar

A pequena princesa que pelo ambiente onde cresceu teve que ser uma maria-rapaz. Que só mais tarde me vim a aperceber do que trouxe...

Durante escola primária, numa aldeia, era a única rapariga do meu ano, o resto era tudo rapazes. Haviam as raparigas do ano a seguir, mas acabava por passar muito tempo comigo mesma. A princesa pela maneira como a minha mãe me vestia e brincava quando estava no modo rapariga, a maria rapaz quando brincava com os rapazes e tinha que me adaptar e lutar contra o típico "bullying". Chegou a altura de ir para o ensino básico, finalmente lidar e ter amizades com raparigas, voltar a reunir-me com amizades que tinha feito no jardim de infância (que permaneçem até hoje). Lidar com imenso bullying devido ao meu físico, a maneira tímida, ser bastante protegida por ser a "filha única". Por fim vem o ensino secundário, criar  amizades fortes, quebrar amizades, descobrir que podia ter novos grupos de amigos e nao tinha que ficar presa a um só, o meu corpo começar a modificar, apaixonar-me, entrar em depressão, redescobrir-me a cada dia

Fui uma boa aluna, estudava q.b., ficava no meu canto e no meu mundo, os professores diziam sempre que precisava de falar mais nas aulas e que era demasiado tímida. Odiava educação física. houve professores que ficaram marcados pelo positivo: como de matemática e história, pelo negativo: como de francês e daí agora estar a custar-me tanto tentar aprender, físico-química e português por dizerem que nos exames não iria conseguir tirar boas notas mas depois ficaram com elas bem espelhadas na cara.

Tenho saudades dos meus anos de secundário, apesar de toda a turbulência de se ser adolescente.

29
Mai21

Lembranças do meu cão, Alex

alma de bii yue

A fazer algo banal lembrei-me das manhãs de sábado de quando era criança. Era o dia para fazer a cama, tirar a usada e colocar a lavada, aspirar a casa, limpar o pó. A minha acordava-me ao deixar o meu cão, Alex, entrar no meu quarto, que saltava para cima de mim, lambia-me e punha-se a morder os meus pés que estavam por baixo da roupa. Quando finalmente me decidia a levantar e tirava lençóis da cama, um era para mim e outro era para o embrulhar. E ou andávamos à bulha ou pela casa contra tudo porque éramos fantasmas.

Com isto vou a outras memórias de quando vestia o pobre coitado e pintava-lhe as unhas. Quando acordava e ele ia deitar-se ao meu lado enquanto recebia festas nas orelhas ou estava a estudar e ele ia deitar-se na minha cama a dormir para me fazer companhia. Quando ia para a escola e ao final do dia ele estava nas escadas à minha espera, e mesmo quando fui para a universidade e toda a sexta ele ficava a minha espera nas escadas e quando me via, ia a correr e fazia uma festa de uma forma ternurenta e nunca mais me largava. Todas as corridas pelo terraço. Estar a lareira à fazer-lhe festas.

Com o passar de 16 anos, veio os últimos dia dele, já bastante debilitado mas ainda a querer fazer tudo como antes. Uma energia e carinho que me preenchem. Ente os ataques de tosse e ficar sem força nas patas, ia ter com ele e fazer-lhe festas. Até quase o último suspiro dele segurei-o e mesmo depois. Um peso morto, mas uma alma que foi o irmão que não nasceu.

26
Mai21

#21 de 52 perguntas

alma de bii yue

qual o conselho que preciso de dar a mim mesma(o)?

"lembra-te que um dia sonhaste, onde estás agora"

Isto foi o que surgiu quando pesquisei sobre uma imagem para te dizer continua. Sabemos que não é verdade, porque o que tinhas sonhado já tinhas e passaste para um outro nível com imenso apoio e coragem. Se te dissessem que sair do teu país ia ser uma parte do teu futuro, ias rir-te na cara e afirmar com toda a força que nunca. Se te dissessem muitas das outras pequenas/grandes coisas que já acalçaste e continuas a caminhar nesse sentido, iria parecer algo tão longínquo.

Não foi ou é fácil, é um constante desafio, crescimento, aprendizagem. Estás a lutar por ti, pelo teu futuro, pela tua carreira, pela liberdade... Estás a evoluir!

Por isso o que te quero deixar é, lembra-te da masterclass da Inês Pimentel e a afirmação que fizeste antes de todo o novo ciclo começar. 

23
Mai21

Contravolta

alma de bii yue

Quero escrever, mas quando chego o momento as palavras fogem-me. Sinto-me encurralada em mim mesma.  Ou a minha mente encurralada nela mesma com um corpo a ajustar-se.

O caminho do coração, o caminho do raciocínio. O caminho da vida adulta, o caminho da criança assustada dentro de mim. O caminho de uma vida dentro e o caminho de uma vida fora. O caminho do robô, o caminho da espiritualidade.   

Perder para me encontrar, renascer com o sangue, estar parada para correr. Tanto carrego nas costas largas, sozinha. E esqueço que não o preciso de fazer, porque o nunca estive.

O que é meu e o que não é meu, o que vem agarrado, o que teimo em não largar, o que carrego e pesa desnecessariamente. Desligar para não sentir. Cansaço para dormir, respirar para viver. 

Tentar, controlar os pensamentos, controlar o corpo. Sentir e deixar ir. Uma segurança vaga. Um vazio, um desconforto. Uma purga. Um olhar nos olhos do ego, do corpo maltratado, da alma rasgada e atormentada. Um reencontro, uma redescoberta. Decidir, escolher, realizar ações, esperar, desesperar. 

Insights. Pensamentos em volta e contravolta. Mensagens que afluem. 

Criar limites. Dizer não. Ficar comigo. Olhar para dentro. Ser o escuro. Ser a luz. Ser um ser. 

21
Mai21

Onde esta o gato? - Desafio de escrita 3.0

alma de bii yue

Mudanças de casa são um excitante pesadelo! Empacotar e depois desempacotar. Limpar os espaços. Mentalmente visualizar como será a distribuição de mobília e decoração. Vai-se a ver e já existe tanto para voltar a ser reutilizado, mas também é preciso mobília nova. 

Começam às idas às lojas, o coração fica dividido, as decisões são tomadas e no final o dinheiro só voa da conta bancária. Chega a altura de ver a casa vazia atolada de caixas de mudanças.

Existe excitação até começar a ser cansativo. É necessário montar a mobília, voltar a limpar, colocar num sítio mas depois recolocar noutro que parece melhor. Ao final de horas e horas, que se tornou em dias exaustivos, a casa começa a parecer como uma casa. 

Hora de começar a dar as mudanças por terminadas. Mas no meio de tanta confusão de dar os últimos retoques o gato desapareceu! A casa é revirada vezes sem conta, até que se houve um miar e coloca-se a posição de detetive. O som vem detrás de uma parede, que é oca e com um olhar atento encontra-se uma saliência.

Uma porta abre-se e descobre-se um compartimento, uma mini casa dentro de uma casa. Afinal havia outro... Fogão, frigorífico, lavatório, sanita, cama, estantes, mesa, cadeiras...

19
Mai21

Constelação Familiar

alma de bii yue

Constelação familiar, foi algo que descobri pouco antes da pandemia transformar as nossa vidas. Tive a oportunidade de participar numa sessão antes de sermos obrigados a confinar. Foi um experiência diferente, e que não fez sentido até muito tempo depois. 

Este ano senti que precisava de fazer uma sessão individual e foi revelador, muitas mais peças se encaixaram, os meus sentimentos encontraram às suas causas.

Queria ser vista, mas não o era. Tentava encaixar-me, chamar à atenção, estar à altura das expectativas, mas nunca seria suficiente porque ainda existe luto a ocorrer. Não me foi permitido despedir, isso trouxe uma corrente pesada. Envolvida num emaranhado de linhas que não são minhas, que me foram transmitidas e assumi que pertenciam-me. Carregava um peso de duas pessoas, e quando tomei a consciência que não era só eu, foi aquele estalar de dedos para reconhecer emoções, traumas, escolhas, sentimentos.

A caminhar sozinha, mas acompanhada por quem sempre esteve presente...

A liberdade não é só no exterior, a paz da liberdade encontra-se no interior.

13
Mai21

magical days

alma de bii yue

days that I never imagine would be like this/that

it was like living inside of a book. fantasy and reality

so intense, so vivid, so lovely. but so fast, so emotional, so like a dream

after so long... finally in my life, in my space, in another way of living, in another reality

as fast as come it goes, but the presence stays in every place stayed

the heart just goes more confused, felt like home, safe in a different reality

the mind doesn't know what to decide, which road to follow

the love, the feelings, the emotions, the comfort, the talks, the looks, the touch, the connection

simple like that it started 

12
Mai21

À ida ao cinema

alma de bii yue

Mais um desafio da nossa querida abelhinha

os desafios da Abelha

A luz apenas do ecrã, a plateia às escuras. Saudades de ir ao cinema, especialmente por ser um encontro para quebrar a rotina. Mas mais que saudades, era entusiasmo por finalmente ir experimentar uma das suas fantasias.

Na semana passada o vibrador com controlo à distancia tinha chegado e teve que o experimentar sozinha e após os momentos de prazer, tinha sido das melhores compras. Não se calou até ele dar o braço a torcer e concordar com à ida ao cinema para experimentar a nova aquisição. 

Ela não estava era à espera da vingança por ser sido tão persistente. O filme já tinha passado metade e com a imersão ela tinha-se esquecido,  até que em segundos sente uma vibração que a faz estremecer e soltar um grito. Foi o início da tortura, ele não estava a ser gentil, num nível acima do médio mas a alternar a velocidade e os padrões. Ela lutava contra si mesma, movia-se no banco mas por fim não teve outra solução senão tapar à sua própria boca. 

10
Mai21

#19 de 52 perguntas

alma de bii yue

uma carta para alguém

não tenho sido uma pessoa fácil, aliás nunca o fui. tenho os meus defeitos que com as condições apropriadas se notam e gritam. existem alturas em que o meu ego e lado sombra falam mais alto e perco o fio para estar com os pés assentes na terra. é um desafio, porque o resultado é assertividade, ter que impor limites e dizer as coisas de uma maneira crua. 

é uma carta a pedir desculpas às pessoas que magoo em alturas que perco o controlo sobre mim e a minha vida. é um agradecimento por continuarem a dar-me na cabeça, a serem mestres, a darem-me colo e compreensão q.b.

perdao  obrigado  

Aproveitando a pergunta que também serve para o desafio das cartas de correio.

Time Flys Away ☽ ☾

Pág. 1/2

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue, sou uma adulta a descobrir como viver a vida.
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é o que me faz lutar para descobrir do que mais sou capaz.
vai buscar chá ou café, põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟

descobre-me

foto do autor

Conhece o meu trabalho holístico

blog:🌛 🌝 🌜

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social

Eu Sou Membro

Em destaque no SAPO Blogs
pub