Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

29
Jan22

Desafio "Arte e Inspiração" - 10

alma de bii yue

1 Several Circle de Wassily Kandinsky.png

Several Circle de Wassily Kandinsky

- fecha os olhos. o que vês? 

- nada. apenas preto. 

- foca-te nos círculos intermitentes. 

- mas eu não vejo nada. vou abrir-los e apreciar este céu estrelado. 

finais de primavera, inícios de verão. as noites não tão frias, mas também não tão quentes. deitadas no chão, após uma longa conversa sobre os efeitos de calmante natural. o corpo afundado no chão, olhos fechados com a imagem do céu gravada, a sentir o fresco em contraste com o quente da parte do corpo encostado ao dela, e os dedos sempre numa brincadeira a entrelaçarem-se uns nos outros. 

- podemos eternizar este momento?

- já o esta. não o sentes a bater aí dentro?

é surpreendida com um beijo doce e longo. 

28
Jan22

12 para 2022

alma de bii yue

Isto acaba por ser um bom medidor de progresso, por isso aqui vamos nós outra vez!

  1. ter o gato e mimá-lo
  2. viajar
    1. praga
    2. versailles
    3. amesterdão
  3. aprender
    1. francês
    2. holandês
    3. praticar espanhol
  4. experiências
    1. floating tank
    2. jump xl
  5. celebrações 
  6. rubricas
  7. fazer constelação familiar 
  8. aprofundar o shamanismo 
  9. sessões de ayuerveda - acupuntura
  10. ter carro próprio
  11. ser madrinha 
  12. conteúdo de meditações 
26
Jan22

advice #1

alma de bii yue

desaprender hábitos que foram passados é complicado. os nossos pais ensinaram o que sabiam e a realidade deles, mas a sociedade esta a evoluir e a desconstruir morais. a liberdade esta a ser explorada e destruida da maneira que a sociedade foi consruída e moldada. temos que viver em sociedade, mas não ignorar o nosso bem-estar para levar a um estado de mau-estar.

e tu, que mais estas a aprender a desaprender?

25
Jan22

crashing in the inner dark

alma de bii yue

I've been just boiling up emotions until the last drop makes de cup fall.
Nothing is straight... It will not go easy, it ends to just kick me in the ass. And all I want to do is scream fuck! All the thoughts were the answers to put a bandage in the wound. But nothing prepares for the impotence.
Just crying to release all the emotions, so much of ego talk that takes over the body and mind no stop.
How to go back in the track when is fall after fall, even knowing that are important lessons, the pain is there. And escape from that whole, is a defense and automatic mechanism. But all of this is needed, the body needs it...

Anger is just the ego talk, and frustration is not getting what he wants. Not being enough, making mistakes that not make me perfect or trusted, not wanting to take with lectures without trying to understand or taking in account my side, not wanting to deal with emotions that are not mine, but I still feel them because I created in the first place because of mistakes. All this takes me back to the wounds of inner child, the teen that went to the shadows and lost herself in herself.

Changings over changings. Different realities crashing. The not beautiful part of being an individual. The decisions that need to be done, but the bag is so heavy.
That tingling thing saying to talk, let everything come out, don't shut up. But still you're with afraid to say your truth, to use your voice, to speak your pain. The voice comes out, but is distorced to the other reality, when all the defenses are exposed. Tears cleaning the soul, an body exausthed and powerless, all the words are coming out but fading in a choppy ocean.

24
Jan22

#4 para 2022

alma de bii yue

uma pessoa amada

aprender a amar a mim mesma. penso que já me amo, mas depois tomo consciência que era apenas a crosta da crosta. é do mais inconstante, porque assim que a vida parece mais estruturada, a pessoa fica com tendência para se destruturar. as peças caem e voltar a colocar no sítio é uma dor contra a própria dor. 

amo imenso às pessoas que deixei entrar, mas também me amo a mim! 

19
Jan22

2 anos que já passaram

alma de bii yue

Em 2020 começou a aventura, que não estava de todo planeada, que mudou-me e o caminho que pensava que iria percorrer. 2 anos (vá com alguns meses em portugal pelo meio) a viver na bélgica, 3 cidades. Ainda hoje me faço a pergunta de porque ter decidido ficar neste país que têm tão pouco de sol e têm tanto de frio... Porque tudo começou com uma oportunidade que veio desbravar o caminho. Porque foi a escolha que mais fazia sentido. 

Foi um início nada fácil, mas trouxe imensas descobertas. Da rotina, tenho entranhado em mim, os deja-vu experenciados naquela paragem à espera do tram para ir para casa. A olhar para os prédios à minha frente, a minha mente viajava para outros tempos e memórias gravadas no meu corpo. As sicronicidades e a ficar maravilhada. Era isso que me dava coragem para continuar, era suposto estar ali e receber todos os downloads durante meses. 

E a magia acontecia no background, sem me aperceber e só muito mais tarde tomar consciência do que acontecia. As pessoas que conheci ou que cruzaram o meu caminho. Palavras ditas do fundo do coração. 

E voltei! E para um quarto no sótão, como sempre quisera desde criança. A ir viver num ambiente que já há tanto desejava. A ser convidada a sair da minha zona de conforto e aprender com isso. Dos tempos mais felizes, mas também dos mais tristes. 

Mudanças que abalaram completamente a minha pessoa... Um novo início que saiu completamente ao lado do que estava planeado. Ser imigrante em todas as suas letras. Não é fácil, tem imensos desafios, em uma busca pelo conforto do país materno. Uma nova casa, uma nova cidade, uma nova atmosfera de trabalho, um novo começo. 

IMG_20211031_171656.jpg

17
Jan22

#3 para 2022

alma de bii yue

um momento de coragem

falar a minha verdade, os meus sentimentos. colocar os limites e tomar consciência do espaço individual. dizer não e descansar.

ser emigrante e continuar a caminhar nesse caminho. pegar nas malas, ter a casa às costas, não estar na zona de conforto, tolerar as saudades, de perder momentos. ganhar pessoalmente, descobrir mundos.

11
Jan22

#2 para 2022

alma de bii yue

um lugar querido

zambujeira do mar. aquela paz, aquela brisa, aquela paisagem. os pôres do sol do penhasco. a praia deserta ao inicio da manhã e ao final do dia. o natural da natureza em encontro com o natural do corpo. 

bois de la cambre, bruxelas. uma floresta no meio da cidade. caminhos e mais caminhos. natureza, animais. gritar e ecoar pelas vidas presentes. ficar perdida rodeada de ar puro e húmido.

08
Jan22

covid: o elefante na sala sobre saúde mental

alma de bii yue

Falar do vírus é assunto que dá para mangas... Veio, ficou, e irá ficar. De mansinho até que fez rebentar a bomba e pôs  o mundo em confinamento. Máscaras e gel à toda a hora. Contacto limitado. O medo a ser ligado a palavras e emergir e ficar à superfície. Mas é incrível como em tempo recorde foram elaboradas vacinas, contra o 3, 5 a 10 anos, (os testes em células, animais e depois humanos). Tem o seu senão, todos os seus efeitos secundários porque para isso seria necessário muitos mais anos de estudo. De todas as limitações, a mudança de comportamento a nível pessoal e social, o elefante na sala da saúde mental continua a existir

Qual é o impacto? Silencioso e profundo

Não tive a possibilidade de voltar à portugal, fui obrigada a ficar em confinamento na bélgica. Um país onde só estava há 2 meses, numa casa que dava para viver mas de pouco fornecia conforto, tinha um estágio que me permitia ter dinheiro, mas estava entre projectos e sem estar no laboratório não tinha muito trabalho. Consegui manter uma rotina, felizmente. Apanhar sol da manhã a ler ou a escrever ou a colocar aulas de cursos em dia. Yoga e pilates para manter o corpo são e uma tentativa para a mente. Ao final do dia entregava-me ao netflix, a mim mesma, aos pensamentos de que tinha passado mais um dia. A escrita e a fotografia foram os meus escapes e as minhas salvações. Sempre que ia às compras, dava uma volta pelo parque para sentir o mundo fora de quatro paredes. Sou grata por tudo isto, tinha o que tinha e fiz o melhor que pude com isso

Aquele sentimento de tristeza, desespero, saudade que faz doer o coração, choro, solidão, frustração, raiva, impotente, estar sozinha. Houve dias maus, ligava a chorar com o pânico a tomar conta de mim (mas sem ainda saber o que era esta sensação de medo e mal-estar), a ansiedade vinha ao final da tarde e ficava pela noite. O corpo físico estava a sofrer com ter parado de ter tomado a pílula por mais de 10 anos, com a pobre alimentação que fazia, a ansiedade constante. Aguentou-se...até o confinamento ter acabado. Voltei ao trabalho, a ter vida social e tudo estava bem durante o dia. Ao contrário da noite. onde a ansiedade virava ataques de pânico, ir sair gerava ansiedade social mesmo sendo com as pessoas que passei a chamar de família e sabia que estava segura até ter que ir para casa e estar sozinha comigo e com os medos que foram crescendo durante quase 3 meses fechada no quarto. Escalou para ataques de pânico semanais, dores de estômago constantes, estar a viver com ansiedade 24 horas por dia. Foi difícil estar fechada, mas foi ainda mais ter que voltar a estar em sociedade e novamente sozinha. 

Procurei ajuda e ajudou. Houve ensinamentos, levantou-se as primeiras camadas de descobrimento pessoal mais profundo. A liberdade foi dada e tirada, e com isso veio a adaptação. Só que em tempos de regras ficava-se por casa, já não fechada no quarto mas aquela ansiedade de memórias estava presente, o corpo gravou o que sentiu. Não era só a depressão sazonal. Vieram as vacinas, a 1º dose que foi suportável, a 2º dose que veio arrasar com o sistema imunitário fraca que já estava na altura. 

No sofá, a recuperar da 3º dose que me trouxe uma dor de cabeça que não passa com medicação e só alivia ligeiramente com a pomada tiger, que me impede de estar confortável ou descansar, com febre que vai e vêm, e um mau estar enorme. É como estar com o tpm ou menstruada mas num nível acima, uma mulher aguenta, mas não nesta dimensão.

Adaptei-me, continuei em frente e esta realidade é o presente que pode durar anos. O meu corpo carrega o peso do trauma e a mente trouxe todas a história. A minha saúde mental sofreu e continua a sofrer. Não foi fácil e agora vejo o quão fragilizada estive. Passei a viver com a ansiedade e ataques de pânico constantes, aprendi a identificá-los e a controlar alguns. Não todos, que continuam a ser momentos pesados e difíceis. Tenho que ter cuidados com a alimentação e ter incorporado ayuerveda foi o que ajudou a não ter desenvolvido problemas. Grandes multidões e espaços pequenos trazem o pânico ao meu corpo e mente. 

Tenho perfeita noção que ainda estou na ponta do iceberg, existem triggers que ainda não reconheço ou entendo que provocam os ataques de ansiedade/pânico, e todo este impacto que o elefante teve na saúde mental veio estimular. E toda esta assimilação é esmagadora! 

IMG_20220107_145558.jpg

Time Flys Away ☽ ☾

Pág. 1/2

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é a luta e motivação para descobrir do que mais sou capaz.
põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟
🌈 💮 🦉
conhece o meu trabalho holístico
⬇️
blog:🌛 🌝 🌜

descobre-me

foto do autor

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

youtube channel

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social

Eu Sou Membro
O melhor presente desta comunidade ♥

Em destaque no SAPO Blogs
pub