Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

31
Out22

#44 para 2022

alma de bii yue

O que precisas de perdoar a ti mesma(o)?

A exigência e pressão que coloco a mim mesma. Todo o síndrome de impostor que paira no ar.

Colocar-me em primeiro lugar, mas depois sofrer pelas consequências dessa decisão. 

Estar em constante mudança, e apesar de ser algo natural, colocar uma pressão monstruosa nesse processo (trazendo todos os monstros escondidos nos cantos).

Não posso agradar a todas as pessoas e desvalorizar-me ou menosprezar-me .

26
Out22

colocar um stop

alma de bii yue

É hora de colocar um sinal de stop.

Ciclos viciosos onde se magoa, onde a ansiedade fica forte por medos e reações, onde a manipulação por palavras ou ações voltam a emergir. É cansativo, drenante e tudo menos saudável. Dói, custa imenso dizer um chega, colocar um ponto final, largar a corda...

As memórias e toda a história nunca será esquecida, é uma parte de mim que levo com carinho. As vidas tomaram rumos diferentes, e não existe certo ou errado ou vale a pena apontar dedos, porque isso já tinha acontecido antes com outros. É como as relações são.

Fiz o que estava ao meu alcance, ir de encontro, perguntar e ouvir (sentindo não reciproco, em certas ondas). A interpretação das ações já não é a minha responsabilidade, seja agora ou mais tarde. É aí que esta a dor e a raiz de pensar e colocar "o como será" e os diversos cenários à nossa frente. Eventualmente virá, espero nessa altura ter a mesma coragem de agora.

Compreendo e tenho empatia pelas situações, no entanto não me sinto mais confortável ou com energia, quando tudo se repete, quando as dores e mágoas voltam. As borboletas de ansiedade gritam dentro de mim, não é o mais o certo ou uma relação onde deva ficar.

A empatia acaba quando deixamos de a sentir por nós mesmos. Aí estamos a colocar-nos num lugar onde os nossos sentimentos, as necessidades, e a saúde mental não importam mais. E é necessário colocar um stop.

24
Out22

#43 para 2022

alma de bii yue

Todos os momentos do teu dia

  • acordar + preparar-me o mais rápido possível
  • bicicleta + comboio (ir às redes sociais e programar publicações)
  • trabalho (respirar, treinar a paciência) (tentar não dar overthinking!)
  • comboio + bicicleta
  • ir buscar encomendas
  • 15 minutos de HIT
  • conduzir para a aula de belly dance 
  • jantar no caminho de volta 
  • banho 
  • ir para a cama
23
Out22

Confiança

alma de bii yue

Tantas interpretações, tantas consequências. As possibilidades.

Adotei o pensamento e certas ações de "confidence is not give a fuck". Para mim é a atitude, como se sinto bem comigo mesma. Na minha pele, no meu estado de mente, nas minhas roupas e um estilo não definido, na forma de ser e estar, no quente do sangue ibérico que corre nas veias, nas personalidades da vida profissional e pessoal, nos segredos das entrelinhas. 

Estar confortável, sentir-me bem no corpo. Tantos anos de bullying e não ter opções, chegar ao momento onde posso vestir e ser como sou (deixar máscaras não mais necessárias caírem e assumir a minha verdade)! Sentir-me confortável e bem comigo mesma e com o que vejo. 

A veia artística esconde inseguranças e o síndrome do impostor. Com o corpo exposto, as máscaras caem e mesmo com os medos, o fogo interior aparece e toma conta e naturalmente a confiança aparece e cresce.

A interior é um caminho com espinhos. Tão facilmente abalada, traumas recentes que provocam questões, dúvidas constantes. Ser verdadeira a mesma, ser a prioridade e cuidar disso.

IMG_20221013_183626.jpg

20
Out22

carinho selvagem

alma de bii yue

Sexta-feira à noite. Jantar em casa com amigos, álcool e boa música. Começam os jogos e as variantes que vão sempre parar a "truth or dare". 

Desde o inicio da noite que a conversa estava maioritariamente entre os dois, a química sentia-se. Ele não era muito de dançar, mas ela convence-o. Os corpos aproximam-se mais e mais a cada minuto. Ela com o álcool deixa o seu corpo ser suportado por ele. E ele apercebendo-se das intenções deixa as mãos passearem, puxando-a cada vez mais para si. As bocas encontram-se, enquanto os corpos continuam a seguir o movimento da música.

"Segue-me", ela sussurra-lhe ao ouvido. Pega-lhe na mão, escapando timidamente do ambiente de festa com os amigos que dão os olhares e risos. Chega ao quarto, encosta-o à parede, beijando sem tempo a perder. As mãos aproximam corpos e procuram locais de prazer. Quando ele recupera da investida arrojada, roda-a contra à parede. Em segundos as suas roupas estão no chão e vai beijando o corpo à volta do pescoço e peito, enquanto os dedos brincam com a cavidade molhada. Ele sente-a perto do orgasmo e tapa-lhe a boca com um beijo. 

"Brinca comigo, sou teu", ele diz-lhe enquanto sente o peso do corpo a pulsar contra o seu. A roupa semi desapertada dele é tirada do corpo, e pegando nela ao colo, vão para a cama. Com a adrenalina a reagir no corpo, ela devolve o prazer recebido navegando com as mãos no corpo dele. Quando o ouve a começar a gemer, assume o papel selvagem. Gentilmente volta a beijá-lo, mas numa investida rápida coloca-o dentro de si. O lento duro de segundos passou ao prazeroso. Os corpos entendem-se em constante movimento, os olhares encontram-se no infinito do prazer, os sorrisos e risos de prazer enchem o ambiente. A explosão de adrenalina vem em conjunto, pulsar de corpo com corpo, intensidade no olhar. 

Os corpos ficam aconchegados um no outro por uns minutos, ela quer levantar-se e dar espaço, mas ele agarra-a e diz-lhe "a tua selvagem também precisa de mimo". Completamente apanhada de surpresa por tais palavras, enrosca-se nele com a emoção de carinho.

14
Out22

outono

alma de bii yue

Outono

Como as folhas caem, também o corpo cai com o seu próprio peso. As cores mudam, a perceção também. A temperatura diminui e os dias ficam mais pequenos, a pacatez esgota-se e a agitação aumenta. 

Maior vulnerabilidadee, sem as folhas nos ramos. Constante mudança e ajustes. Ego a debater-se na pele. Corpo a encolher-se e a esconder-se na caverna de hibernaçãoo. Olhar para dentro e proteger o que esta exposto, criar muros e barreiras para uma proteção e calor extra. 

Um véu ténue entre mundos, entre corpos, entre tempos...

12
Out22

Falcão

alma de bii yue

Campo de Papoilas de Claude Monet

787px-claude_monet_-_poppy_field_-_google_art_proj

Dias passados nos campos floridos. A mistura das cores como num arco-íris. Sons de pássaros e insectos. Verde colorido sem fim à vista.

Pés descalços a sentirem a terra e as ervas. Calções e camisola leve ou um vestido, mas sem faltar o lenço para multi-usos. Proteger a cabeça do sol ou para colher flores, pedras ou para trazer alguns frutos encontrados pelo caminho. 

Dias que duravam, mas passavam rápido. Enquanto os tempos permitissem, ela corria para o seu lugar de conforto. Deitada ou sentada. Ficava ali para estar, na calmaria. 

Um falcão, espontaneamente voava pelo campo e poisava numa árvore pequena, observando e fazendo a sua presença grandiosa. Sozinha, sabia que nunca estava. 

Time Flys Away ☽ ☾

Pág. 1/2

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é a luta e motivação para descobrir do que mais sou capaz.
põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟
🌈 💮 🦉
conhece o meu trabalho holístico
⬇️
blog:🌛 🌝 🌜

descobre-me

foto do autor

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

youtube channel

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social

Eu Sou Membro
O melhor presente desta comunidade ♥

Em destaque no SAPO Blogs
pub