Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

01.Jul.16

e a maré levou

Sim tenho defeitos, um dos maiores é deixar-me levar pela maré e depois para pará-la, preciso de levar sempre um chapada para acordar e voltar a terra. O problema é que esse descer a terra, apesar de ser a verdade acaba por magoar, que é necessário ouvir.

Digo que gosto de quebrar a rotina, mas no fundo é essa rotina que me faz sentir segura no meu mundo. Digo que quero sair da minha zona de conforto e até o posso fazer as vezes, mas acabo por voltar para o lugar seguro e não querer aceitar as mudanças que podem estar a minha frente. Digo que quero continuar a lutar por mim e crescer, e faço-o mas são passos demasiados pequenos para a grande mudança que aí vêm.

Porém, apesar de todas as ondas que foram estes últimos meses, tenho orgulho em mim! Estou agradecida por ele me ter obrigado a ir descobrir-me, porque consegui estar de caras com os medos e mudar a maneira de lidar com tudo ao mesmo tempo. Já não sou aquela rapariga que apareceu na 1ºvez e nem fazia ideia da viagem que aquilo iria ser, muito menos sou aquela rapariga de há 7-8 anos atrás, que já tanto tinha sofrido e que acabou por se perder...

Muito aconteceu, eu cresci, ganhei a minha liberdade e acabei por me tornar mais forte e uma lutadora! Situações vão continuar a acontecer, mas aprendi a focar-me mais no presente e sabe selecionar com o que me devo preocupar no momento. É assustador e ainda me deixo levar muito pelas emoções, não sou de ferro, tenho um coração mole, que faz ser quem sou, mas agora tenho planos e objectivos pelos quais quero lutar! 

Eu sei que apesar de não gostar da sensação de solidão, porque me faz lembrar aquela rapriga que se perdeu no seu caminho e deixou entrar a escuridão que deixou cicatrizes, agora tenho quem é necessário ao meu lado e por mais que doa e arraste lágrimas, tenho que saber lidar!

Interiormente sinto-me uma miúda com medo do escuro, do que pode estar escondido nessa escuridão, que me possa magoar ou comer. Aqueles medos insconscientes de quando somos crianças, é algo ao que sinto. Tenho os meus momentos de escuridão, mas com tudo o que tenho aprendido sei sorrir e olhar em frente, porque tenho o coração cheio!

Por isso obrigada pelas chapadas que me dás, abala mas eu sei que só assim é que acordo para ver o que esta a minha frente. E desculpa por ser tão cabeça no ar quando estou afogada entre marés, mas eu reconheço as ações e todo o suporte que me tem feito continuar e manter-me sã.

É um mundo enorme, chegou a hora de encarar, é continuar a trabalhar em mim mesma e abrir os olhos para o ver!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.