Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

18.Mai.17

"Ela está sóbria"

E com esta frase vêm o julgamento e a pressão. É uma opção, apenas têm que a respeitar porque não é o fim do mundo. A explicação, o meu corpo e mente são fracas e as vezes até é preferível assim.

Durante os primeiros anos de universidade, como faz parte da experiência, sempre que saia bebia. Houve duas mortes pelo meio e imensas vezes bem animada. Com a chegada do enterro o lema era comer, beber, descansar e voltar a repetir. Até que num dos anos em que o meu estômago e figado começaram a fazer-se ouvir e as ressacas começaram a ser demasiado pesadas. A partir desse momento deixei completamente de beber por uns tempos, para recuperar e passou a ser de vez em quando. Conheço o meu limite, sei quando parar. Existem alturas que até sabe bem beber, entrar mais facilmente no ambiente e apenas aproveitar aquelas sensações. Mas para mim nunca me fez esquecer, só a ideia de ter apagado uma vez me deixa desconfortável. 

Tenho a sorte de não precisar de estar bêbada para me divertir, consigo entrar no espírito. Houve noites muito boas em que bebi e também houve outras noites muito boas que o parecia, mas apenas tinha entrado muito bem no espírito. Aprendi quais as alturas melhores e as piores e jogo de acordo com isso. Sinceramente foi a melhor decisão que tomei, porque recuperei a minha vitalidade em relação ao alcóol e o meu corpo aceito-o e também ao longo desse tempo fui crescendo e não preciso de beber para me divertir.

Pórem no início, era exaustivo ter que lidar com as mil e uma perguntas pessoas do porquê de não beber, que não me ia fazer mal nenhum porque parava quando quisesse e assim não ficava num canto. É verdade, mas não me sentia bem, o meu corpo precisava mesmo de descanso. As vezes é irritante as pessoas não aceitarem. Por muitas vezes conseguia entrar no espírito ou simplesmente me fartava e ia para o meu canto e as pessoas mais próximas começaram a respeitar. 

Estive quase um ano inteiro sem tocar em alcóol para beber e divertir-me, apenas em situações sociais de matar a sede. Foi bom quando voltei aquela sensação de ficar mais alegre, mais leve, menos tímida. Mas têm que ser porque quero beber e não arrastarem-me ou obrigarem-me, isso só me vai fazer sentir pior. Como já não tinha que lidar com isso há muito tempo no meu ambiente, voltar aquela fase de julgamento e ficar num canto a apanhar uma seca acaba por ser frustrante porque senão me sinto confortável, a insistir só vão instigar o lado demasiado adulto.

É só um desabafo, sou fraca e até seja bom. Para além disso há outras sensações que também são boas e aliviam mais o corpo e alma.