Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

01.Jan.18

sabor da percepção

2017 foi um ano de mudança e bastante crescimento. 

Começou com o ajuste à realidade que ele tinha voltado, mas iria embora novamente por mais uns longos 5 meses. Felizmente tive as oportunidades de puder viajar e ir ter com ele, descobrir novas cidades, envolver-me na paixão de viajar, sobreviver à relação à distância.

Comecei o estágio que me ajudou imenso à nivel pessoal, mantendo-me ocupada, e nível profissional, abrindo-me a porta para a realidade e fazer-me descobrir a minha vocação.

Com a licenciatura quase terminada, ele volta defenitivamente. É a altura assustadora de dizer adeus à casa que me acolheu por 6 anos, de ir para o mundo real à procura de trabalho inexistente por experiência para à qual não existem oportunidades.

Meses de calor bastante complicados, de volta à prisão de 18 anos, por ter tido à minha liberdade e ser tudo tirado, por uma busca infinita de oportunidades que não respondem ou que são roubadas. Consegui arranjar trabalho, nada certo, mas dava para ganhar experiência com o público, manter-me ocupada...

Porém estar naquela prisão começou a tornar-se tóxico, é exaustivo e só me via crescer com o passar dos dias e ter cada vez mais certezas do que realmente queria. Felizmente licenciatura concluída! 

Tentei a sorte e consegui voltar à cidade que me acolheu tão bem, continuar a minha educação, uma tentativa de voltar à rotina que tinha tido com ele à um ano atrás. Isso não aconteceu, acabou por ser ainda mais complicado do que quando ele estava em erasmus. Era uma nova etapa, consegui de volta à minha liberdade e desta vez veio uma semi-independência

O periodo da relação à distância parece tão distante, deixou lições e maturidade. Os meses de calor parecem só mais uma daquelas memórias empurradas para o fundo da gaveta por serem sentimentos tão recorrentes e dolorosos, ficar com um nó no estomâgo e sem ar. A rotina de voltar em ambientes novos instalou-se, novas vidas, novas prioridades. Têm sido esgotante, mas sinto-me a lutar pelo meu futuro (nível acadêmico/professional, pessoal, financeiro).

Jovem adulta, não me dou conta da idade que tenho pelo meio em que me encontro. Dou-me conta pela maneira como encaro à vida e como o transmito às pessoas à minha volta. Sou quem eu sou, não tenho medo de o mostrar. Posso continuar a ser um pouco ingénua e viver, ainda, muito nos meus mundos. Só não significa que não vejo o que se passa ao meu redor, apenas ponho à minha energia no que aho que é importante.

Um sabor de que é o certo, continuar a agarrar as oportunidades e lutar ainda mais pelo meu futuro!

É isso que quero que continue em 2018. 

" I used to always cry and give up...I made many wrong turns...But you...You helped me find the right path. I always chased after you...I wanted to catch up to you...I wanted to walk beside you all the time. I just wanted to be with you...You changed me! Your smile is what saved me! That is why I am not afraid to die protecting you!! Because...I love you..."