Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

07.Ago.18

SelfCare #cabelos

Sempre gostei imenso do meu cabelo, um ondulado que já foi encaracolado e tem fases próprias. Porém, como pratiquei natação durante quase 9 anos, o cloro também o estragou imenso, as pontas espigadas sempre foi uma luta desde que me lembro. Só quando vim para a universidade é que comecei a ter mais cuidado, aplicar máscara no final do banho, usar protetor de cabelo quando usava a placa de alisamento. Mas era só isso, em casa ia cortando as pontas espigadas mas é um guerra constante, só que queria continuar com o meu cabelo comprido e raramente ia ao cabeleireiro.

Desde os meus 19 anos que pinto o meu cabelo de vermelho, aos poucos o meu cabelo foi se tornando um degrade ruivo, que adoro bastante e tenho orgulho na cor que consegui ter. Só que também se tornou fragilizado com as químicas, mesmo que fossem 2-3 vezes por ano. Comecei a experimentar a queratina, melhorou um pouco. No início do ano lectivo comecei a ter mais atenção ao meu cabelo, descobri o óleo de coco e os resultados notaram-se logo ao fim de 2-3 utilizações. Aplico sobre o meu cabelo todo durante no minímo 3 horas e depois faço a rotina normal de lavagem, ao fim da primeira utilização o meu cabelo estava com mais brilho e muito mais leve. Durante o primeiro mês, usei 2 vezes por semana e tento usar 1 vez por semana, se tiver tempo, senão 1 vez em 2 semanas. O meu cabelo cresceu mais saudável e isso foi visível porque as pessoas notavam e diziam que o meu cabelo estava enorme.

Há 4-5 meses atrás, aproveitando uma promoção no cabeleireiro Jelly Alves em Aveiro. Pintei o meu cabelo de violeta mantendo o tom vermelho, mas com os reflexos da primeira cor, basicamente tornei a minha cor mais escura. Adorei o trabalho dela, cortou-me só um dedo como lhe tinha pedido e a coloração impregnou bastante bem, à primeria vista. No entanto, passado uma semana, o meu cabelo começou a ficar com aspecto pior do que quando fui cortá-lo e pintá-lo, penso que o oxidante foi demasiado agressivo para o cabelo que tinha levado um corte. Infelizmente estive durante um mês em guerra para voltar a ter um cabelo saudável, tendo atenção à hidratação, nutrição e reconstrução. Numa semana tentava sempre fazer as 3, e aos poucos foi melhornado.

O meu cabelo adoptou uma cor mais ruiva mais escura, fugindo ao vermelho e ruivo claro que foi a minha cor durante anos. Como não estava a gostar da cor, comprei tintas para pintar em casa e finalmente tentar ter aquela cor burgundy que já sonhava há um bom tempo. O meu cabelo apanhou bem a cor durante quase um mês, depois como é normal começou a tornar-se noutra, sendo que agora têm um tom bastante vermelho ao sol e um ruivo escuro à luz natural. Sinto saudades do meu cabelo bastante vermeho, mas também gosto bastante desta cor. Precisava de fugir um pouco aquela imagem que tenho desde qu iniciei o meu percurso académico e acho que me dá um aspecto mais adulto.

O meu cabelo também é extretamente oleoso e tenho que o lavar dia sim, dia não, e ir variando no shampo porque o meu corpo habitua-se e depois acaba por criar ainda mais oleosidade. Os shampos que uso são o Real Natura: Champo Pro-Cor Complexo B, Treseme cabelo onduladoL'oreal argila e o Klorane de Urtiga. Alterno entre os shampos consoante o meu cabelo esta, porque há semanas que esta com melhor aspecto e uso só uma linha, e noutros tenho que usar mais que uma para alternar e não criar habituação. Aos poucos vou tentando fugir aos produtos que têm demasiados químicos e optando pelos minimamente mais livres de certos compostos que estragam mais do que fazem bem.

A seguir ao shampo, aplico a máscara Syos: Intense Repair Treatment e deixo actuar durante uns 3-5 minutos, para hidratar os fios, e por fim termino com o condicionador Schwarzkopft: Gliss - Long&Repair para fechar os fios. Também tenho começado a usar a nova máscara da Garnier Fructis Banana Food e assim no final escuso de aplicar o condicionador. Para finalizar, ou aplico óleo de argão, ou serúm da Schwarzkopft: Gliss - Serum Deep Repair, deixando o cabelo secar ao natural. Se o meu cabelo estiver seco ou quebradiço aplico queratina e seco com o secador para fixar. No dia seguinte, que não lavo, se o meu cabelo estiver com aquele aspecto de pontas espigadas aplico o spray Schwarzkopft: Gliss - Spray Condicionador Express - Total Repair, que devolve um aspecto bonito e ajuda a manter as pontas mais rebeldes controladas.

Não tenho um rotina definida, porque o aspecto do meu cabelo e as suas necessidades dependem de vários fatores, como hormonas, stress, se passo o dia a mexer no cabelo ou não, se tenho que andar com o cabelo apanhado ou não, ...

1 comentário

Comentar post