Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

because your smile make me live ♥

so strong, so broken

05.Mar.17

*sentimento agridoce

Gostava de poder dizer que é bom estar de volta, mas o meu coração ficou contigo! Foi tão bom ter quebrado a rotina, ter estado contigo, ter mais memórias e aventuras. Poder ver o teu lado, fugir, sair fora da minha zona de conforto. Viver um dos meus sonhos e por isso é que é tão doloroso voltar à rotina...

 

Como voltar a viver como antes, quando a viagem me abriu horizontes. Como voltar a sentir-me bem num lugar que parece que mudou ou será que fui eu que mudei e me habituei à tua presença que foi tirada mais uma vez pela distância. Como olhar em frente quando o futuro me parece cada vez mais incerto e o corpo é um robo que têm que continuar. Como esperar calmamente que os dias passem, quando só quero gritar, voltar e ficar. 

 

É um recomeço, como foi no início. O que torna ainda mais doloroso porque sei o que vêm a seguir, sei o que tenho que fazer para lutar contra isso, mas sinto-me sem forças. Preciso daquelas pequenas coisas para reaver o meu ânimo, pode parecer pouco e chato e rotineiro, mas é o que me ajuda a enfrentar mais um dia, a ter aquela esperança que amanhã vai ser melhor e agora não é só sobreviver mas viver.

Foi bom voltar à casa e ter o meu espaço de volta, a minha zona de conforto e aquela rotina de casa chata mas reconfortante. Mas o que existe fora destas quatro paredes já não parece o mesmo. Os dias começam a melhorar, mas preferia anteriormente porque há demasiada "felicidade" no ar quando me sinto infeliz por dentro. As memórias são reconfortantes e ao mesmo tempo dolorosas. Na minha mente só consigo pensar "queria-te ao meu lado, sem a distância que pesa", por ambos.

É pouco, mas sinto como muito. É mais difícil lidar depois de saber como é, de como é a liberdade de fugir.

Supostamente existe força dentro de mim, mas sou um coração tão fraco e sensível. És a âncora que preciso e neste momento estou perdida em alto mar.