Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

19
Ago19

Roadtrip - Costa Vicentina, Algarve, Alentejo

bii yue

Posso oficialmente riscar mais um item da minha bucket list. Ao fim de já alguns anos a falar em fazer uma roadtrip por Portugal com o meu namorado, conseguimos ter a oportunidade para a realizar. Não houve muito planeamento, apenas se decidiu os dias e sítios mais concretos por onde se passar, mas no final acabamos por decidir muito no momento. 

Começando pelo itinerário geral, o que fui fazendo ao longo dos 5 dias com direito a fotos. No fim irei fazer um resumo dos pontos mais altos e baixos para mim.

Saímos numa sexta-feira e fomos diretos à Figueira da Foz para apanhar a estrada atlântica. Nós já tínhamos feito esse percurso num fim de semana, onde passamos pela praia de São Pedro Moel, Nazaré, São Martinho do Porto e Foz do Arelho.

IMG_20190809_134902.jpg

Estrada Atlântica

IMG_20190809_134941.jpg

Parque de merenda na Serra do Bouro

Por isso desta vez fomos seguidos para Peniche, com um pequeno desvio na Marinha Grande para almoçar. Como queríamos passar mais tempo na Zona Alentejana e Algarve, acabamos por não ir às Berlengas, mas espero que numa outra oportunidade.

IMG_20190809_152601.jpg

IMG_20190809_153704.jpg

IMG_20190809_153724.jpg

IMG_20190809_153921.jpg

Nesse mesmo dia ainda fomos para Lisboa, porque como eu tinha lá casa de familiares facilitava um pouco nas contas. Mas ainda deu tempo para passar pela Ericeira e apreciar a vista que foge das praias do norte. 

IMG_20190809_175813.jpg

O dia em Lisboa foi meio que um desperdício, porque saímos tarde demais para conseguir ir visitar Sintra (como não conhecíamos aquilo, fomos de carro até lá cima para depois não termos estacionamento e abortou-se a missão), andamos perdidos até lá chegar e a tarde foi passada a conviver com amigos dele no Miradouro da Graça. Era suposto lá ficarmos 2 dias, mas como não tínhamos nada que nos prendesse e o plano do dia anterior tinha saído furado, decidimos seguir viagem. No domingo seguimos para Setúbal, passamos a manhã a explorar a Serra da Arrábida.

IMG_20190811_110217.jpg

IMG_20190811_110545.jpg

IMG_20190811_110629.jpg

IMG_20190811_110759.jpg

Fomos almoçar a Sines e seguimos caminho para Vila Nova de Milfontes. A nossa intenção inicial era ficar a acampar aí, mas após analisar melhor os comentários e localização dos parques de campismo, decidimos que seria melhor ir para Zambujeira do Mar.

IMG_20190811_153502.jpg

IMG_20190811_153808.jpg

Vila Nova de Milfontes

Ficamos no Camping Villa Park Zambujeira  durante 2 dias. Nesse dia no fim de montarmos a tenda ainda fomos à vila passear. No dia seguinte fizemos praia de manhã e à tarde na Praia dos Alteirinhos e à tarde ainda aproveitamos para ir à Praia do Patacho ver o barco que tinha encalhado há uns anos.

IMG_20190811_175151.jpg

IMG_20190811_184827.jpg

IMG_20190812_124138.jpg

IMG_20190812_124210.jpg

Zambujeira do Mar

IMG_20190812_102717.jpg

IMG_20190812_102723.jpg

IMG_20190812_180637.jpg

Praia dos Alteirinhos

IMG_20190812_142827.jpg

IMG_20190812_142946.jpg

IMG_20190812_143354.jpg

Praia do Patacho

Na quarta seguimos caminho, continuando pela Costa Vicentina até Sagres.

IMG_20190813_122118.jpg

IMG_20190813_122455.jpg

IMG_20190813_122504.jpg

A viagem nesse dia continuou para o Algarve, fomos montar as coisas no Parque de Campismo de Albufeira e aproveitamos o resto da tarde para ir fazer praia na Praia do Alemães. Decidimos que, tal como na Zambujeira, iamos ficar 2 dias neste parque de campismo. Nessa noite fomos até Vilamoura e no dia seguinte fomos até Faro de manhã, à tarde voltamos a fazer praia, desta vez na zona de Olhos de Água e à noite fomos até Albufeira.

IMG_20190814_115350.jpg

IMG_20190814_115805.jpg

No último dia voltamos a percorrer as estradas do Alentejo até Évora, onde fomos visitar a capela dos ossos e o templo de Diana. No caminho de volta até Aveiro, apenas se fez uma pequena paragem em Lisboa.

IMG_20190815_131123.jpg

IMG_20190815_131326.jpg

IMG_20190815_135423.jpg

Adorei a viagem, especialmente porque eu nunca tinha ido abaixo de Lisboa e era algo que já queria há vários anos. No entanto, como só tínhamos aqueles dias e queríamos ir ao Algarve, não houve tempo para visitar mais locais da Costa Vicentina. O objetivo é numa próxima ir aos locais que nos faltaram visitar. 

Zambujeira do Mar foi um lugar especial, quase que posso chamar "mágico". A paisagem é linda, a Praia dos Alteirinhos é sem dúvida um lugar a visitar porque quando a maré esta baixa é possível passar a encosta e descobrir pequenas grutas esculpidas e praias inacessíveis em maré cheia. O parque de campismo é 5 estrelas e não poderia ter escolhido melhor local para ficar, visto que foi a primeira que acampei. Têm espaço com sombra em praticamente todo o parque, um ambiente bastante agradável, calmo e acolhedor, com condições óptimas. Casas de banho sempre limpas e com água quente, piscina e jacuzzi de água salgada gratuitos e preços de estadia acessíveis. Só os preços do bar e mercado é que eram um pouco elevados.

IMG_20190812_092507_328.jpg

A contrastar com o Algarve e o Parque de Campismo de Albufeira. Este parque têm uma grande área, o que significa que acolhe imensas pessoas e o lugar com sombra é limitado, as casas de banho não estão limpas, não existe água quente (apenas a temperatura ambiente ou fria). No entanto existe piscina e um bar/café que anima as noites. Nós conseguimos arranjar um local com sombra ao final do dia, mas de manhã quando o sol começava a bater tornava-se impossível estar na tenda. Infelizmente não gostei do parque, das pessoas, do ambiente. Talvez numa época mais baixa seja minimamente melhor, mas em época alta já se têm que ir a contar com estes problemas. As praias do Algarve até são bastante bonitas (mas não percebo porque dizem que a água é quente quando me pareceu tão fria como a do norte), com água limpa e consegue-se arranjar espaço para se estar. Só que o calor que se faz sentir para quem não esta habituado é avassalador. Admito que fiquei dececionada com o Algarve, estava a espera de um ambiente diferente. Se calhar posso não ter ido aos lugares certos, mas não fiquei conquistada. 

Voltando a entrar na costa alentejana, voltei a ficar rendida pelo ambiente e energia. Évora é uma cidade pequena, mas bastante pacata e a visita a capela dos ossos deixou-me vidrada (já que sou fascinada por coisas mórbidas), tal como o templo de Diana e a paisagem que se consegue ver. 

Concluíndo foi uma experiência a repetir! Definitivamente que quero fazer o que falta da Costa Vicentina e gostava de voltar ao Alentejo e visitar Beja porque nós tivemos que saltar essa cidade por não termos tempo.

A nível monetário rondou os 200€, com gasolina (60€), alojamento (70€) e alimentação (40€). Fomos de carro e a preguiça venceu, por isso acabamos por fazer muitas refeições fora ou ir ao pingo doce comprar algo. É uma viagem cansativa mas vale cada momento e euro gasto!

IMG_20190812_102335.jpg

(random foto para finalizar, só porque sim) 

Se quiserem ver mais, vão até ao meu instagram porque tenho um destaque das stories e fotos fofinhas no feed. 

28
Jan19

19 para 2019

bii yue

Nunca é tarde demais e ainda estamos em Janeiro, por isso aqui vai o desafio de 19 para 2019.

Já algumas vezes falei por aqui dos meus objectivos e da bucket list, mas nunca os escrevi por isso aqui vai:

  1. Ir viver com o meu namorado ✓
  2. Fazer mais furos/piercings na orelha ✓
  3. Terminar a pós-graduação ✓
  4. Sobreviver à tese e concluir ao mestrado
  5. Ter um gato ✓
  6. Recomeçar e acabar de ler o livro que comprei totalmente em inglês há já quase um ano
  7. Aprender mais sobre mindset, energia positiva, astronomia
  8. Experimentar paddle
  9. Experiência de massagem profissional
  10. Não stressar tanto sobre coisas que não valem a pena o esforço ou que não podem ser controladas
  11. Publicar mais um artigo ✓
  12. Retornar ao blog e organizar o meu tempo para conseguir ser mais ativa ✓
  13. Voltar ao hobbie de fotos artísticas ✓
  14. Melhorar a alimentação, tentar comer mais frutas para compensar os vegetais que ainda é uma missão bastante complicada
  15. Beber mais água e ficar com esse hábito
  16. Viajar sozinha
  17. Fazer uma roadtrip ✓
  18. Viver de maneira mais simples, descontraída, aproveitar cada momento
  19. Ser feliz

30
Out18

Artigo finalmente publicado!

bii yue

Não me podia sentir mais realizada ou feliz a nível acadêmico, o meu primeiro artigo foi finalmente publicado!

O meu projecto final de licenciatura foi sobre "(Photo)degradation of benzoic acid from biomass burning
in atmospheric waters". Resumidamente realizei experiências de 24h sobre o efeito da luz solar de um dia normal em comparação sem qualquer luz solar para verificar se os ácidos presentes nas águas atmosféricas, basicamente a chuva, são degradados por completo nesse período de tempo. Houve dias em que os resultados nos surpreenderam por completo, porque em dias de bastante sol, em menos de 6 horas , os ácidos já tinham sido completamente convertidos. Como foi usada chuva, que andamos a recolher era algo inovador que não estava explorado. Por isso no fim de ter apresentado o projecto a minha orietadora e eu começamos a modificar toda a pesquisa para a forma de artigo.

Ao fim de 3 anos, com recusas e mudanças de revistas, foi finalmente aceite com simples modificações finais e foi publicado. Desde o momento que a minha orientadora me disse que no final poderia vir a dar um artigo, passou a ser um objectivo para a minha lista de vida. É um orgulho, um reconhecimento de trabalho, um conquista acadêmica.

tumblr_phdukrWk4K1r8oosi_540.png

Clica aqui para acederes

 

04
Jul18

Rock in Rio 2018

bii yue

Como sabem sou fã da Demi, pelo que assim que o nome dela aparece no cartaz do RIR 2018, não houve segundos pensamentos, nem um mês passou até que tivesse o bilhete na minha mão! 

Não parecia real ir vê-la ao vivo, tal como também iria ver a Anitta e iria ao meu primeiro festival de verão. Era tudo tão perfeito, era como se fosse demasiada sorte, mas ao mesmo tempo parecia natural. Nem tive muito tempo para pensar nestas coisas todas, porque a minha época de exames acabou na sexta e no sábado ia para Lisboa. 

Uma viagem de 4 horas de autocarro, longa e desesperante por ter uma pessoa que me roubou o meu lugar à janela que tinha reservado e porque não sabia o significado de espaço pessoal. Quando chego à Lisboa, começo a sentir o nervosismo, ansiedade, excitação, tudo começa a vir à flor da pele. Aproveitei esse dia para ir descobrir o Colombo, gastar dinheiro na Primark e conhecer uma amiga dos tempos da Streat Team dos Jonas Brothers. Nessa altura falavamos horas e horas, durante dias, sem dar conta deixamos de falar mas quando me lembrei de lhe perguntar se ela estava por Lisboa foi como se o tempo não tivesse passado. Devem-se ter passado mais de 10 anos, mas conheci-a e foi tão natural, como se tivessemos mantido contacto durante aqueles anos todos. Continuo a acreditar que estas amizades, as distantes, são as melhores porque o tempo passa, mas não passa

Chega o domingo, apanho o metro para a Bela Vista e lá encontro-me com um amigo meu, daqui de Aveiro, que também é fã da Demi. Ainda não caí bem em mim no que se estava a passar, estava em Lisboa, num par de horas iria ver Anitta e a seguir a Demi, após uma espera de 10 anos e ia a um festival. 

Não tenho palavras para descrever o quão incrível foi aquele dia! Como chegamos cedo, conseguimos aproveitar e ver o espaço todo do RIR, o que não faltou foram fotos, sorrisos e aquele sensação incrível de parece um sonho cheio de emoções.

Queriamos ficar perto do palco, por isso 1 hora antes de começar os concertos no palco principal fomos para lá e conseguimos!O primeiro foi Agir, não é que goste muito mas têm bastante músicas e uma pessoa acaba por cantar. Há uma parte do concerto que foi passada na sic radical, em meu amigo com cara de "estou a dorar isto, só que não" e quando descobrimos aquilo só deu para rir, porque a expressão dele diz tudo. 

A seguir foi Anitta com um show, literalmente estas palavras! Infelizmente eu tinha pessoas altas à minha frente e acabei por ver o concerto todo pelos ecrãs laterais. Aquela energia, saber grande partes das canções, ver o show que ela estava a dar e continuava a parecer um sonho. Adorei o concerto dela, as coreografias, a combinação dos cenários, os e as bailarinas, ..., Anitta é uma grande artista e não é só funk, tem outros gêneros.

Felizmente para o concerto da Demi, as pessoas altas foram-se embora e consegui chegar-me um pouco mais à frente para ter uma visão limpa do palco, que deveria estar a uns 5-8 metros. No intervalo ainda não podia acreditar que dali a uns minutos, ela iria entrar e ia estar li em carne em osso, não em streams ou vídeos do youtube. Começa a música e o meu coração começa a bater ainda mais forte, um formigueiro corre pelo meu corpo, uma explosão de emoções, ela entra e foi inacreditável! Juro que não há palavras para descrever qual é a sensação de ao fim de 10 anos ver um artista/ídolo que tanto se gosta, a uns metros a cantar com aquela voz poderosissima! Todo o concerto não parei de cantar, gritar, pular, de vez em quanto trocava olhares com os meus amigos e era mútuo. Foi bastante especial porque ela cantou um repurtório que ia de músicas mais recentes até às músicas do primeiro albúm, e para nós os "old lovatics", como ela nos chamou, teve imenso significado porque vinham com imenso sentimento, de músicas mais conhecidas e mexidas, como às músicas mais calmas. Ver aquele sorriso de orelha a orelha, derretia o meu coração, sentia-se a ligação com os fãs, que ela ficou espantada com o apoio que tinha em Portugal. Admito que houve algumas músicas, que me deixaram com as lágrimas no canto do olho, foi tão especial e intenso. A última música que ela cantou foi a sober e assim acabou o conerto, ela foi-se embora sem dizer adeus. Quando ela começou, tive esse pressentimento devido ao enorme significado que aquela música têm. Só que ela 1 hora depois veio agradecer nas redes sociais e mostrar o seu agradecimento e o quão tinha ficado admirada pelo apoio que os fãs portugueses demonstraram. 

Foi um sonho tornado realidade, foram momentos tão únicos que continuam gravados na minha memória, foram memórias que preencheram o meu coração. Foi um dos melhores dias da minha vida!

IMG_20180624_162415.jpg

IMG_20180624_162553.jpg

IMG_20180625_182834_971.jpg

 

24
Jan18

férias cá dentro

bii yue

Para quebrar a rotina de um novo capítulo e tirar uns dias de merecidas férias, finalmente decidi-me a marcar as tão faladas férias cá dentro. Já andava há um longo tempo a querer ir à Lisboa, e fui este fim de semana.

É uma agitação bastante diferente da calmaria de uma pequena cidade, um ambiente diferente do Porto. É uma cidade enorme, nunca pensei que fosse andar tanto em apenas 4 dias. Mesmo com os transportes públicos, fazendo parecer que acaba por ficar perto e não é assim tanto a distância. 

Estava a precisar de uns dias afastada da realidade, dos problemas, num novo sitío, a sair da zona de comforto e experimentar um novo ambiente. Foram umas mini férias, a dois, construir as nossas memórias e seguir uma das nossas paixões, viajar

IMG_20180119_160413.jpg

IMG_20180119_162043.jpg

IMG_20180119_162352.jpg

Terreiro do Paço

IMG_20180119_170209.jpg

Convento do Carmo

IMG_20180120_152855.jpg

Torre de Belém

IMG_20180121_164646.jpg

IMG_20180121_164835.jpg

IMG_20180121_165053.jpg

IMG_20180121_165259.jpg

Navio aberto ao público no Parque das Nações

IMG_20180121_170734.jpg

 Oceanário de Lisboa

IMG_20180121_171148.jpg

IMG_20180121_171503.jpg

 Parque das Nações

IMG_20180122_114408.jpg

IMG_20180122_120154.jpg

IMG_20180122_121045.jpg

IMG_20180122_121913.jpg

IMG_20180122_122421.jpg

IMG_20180122_123358.jpg

IMG_20180122_125537.jpg

 Castelo de São Jorge

20
Jun17

Cracóvia, onde o coração ficou tão distante

bii yue

O S. esta a fazer Eramus em Cracóvia e felizmente tiva duas oportunidades para ir visitá-lo e matar estas saudades que tanto pesam. Uma delas foi no inverno e a outra na primavera, o contraste é lindo e apaixonante. Para além de ser uma cidade relativamente calma e segura, o seu estilo e nível de vida acessível cativam num instante. É uma cidade pequena, mas que vale a pena visitar.

Durante o inverno, apesar do frio que se fazia sentir comparado à Portugal, apanhei uns dias lindos de sol.

IMG_20170225_134446.jpg

St. Mary's Basilica

IMG_20170225_134450.jpg

IMG_20170225_134518.jpg

Main Square

IMG_20170225_143607.jpg

IMG_20170225_143642.jpg

Church of St. Peter and St. Paul

IMG_20170225_144057.jpg

IMG_20170225_150020.jpg

 

Wawel Castle

IMG_20170225_144413.jpg

IMG_20170225_144607.jpg

Wawel Church

IMG_20170225_150226.jpg

Selfie no Rio Vistula

IMG_20170225_160750.jpg

St. Florians Gate

IMG_20170227_105812.jpg

Streert Art

IMG_20170227_112639.jpg

IMG_20170301_210056.jpg

Restaurante Pod Wawelem

Durante a primavera, apanhei os primeiros dias com chuva, mas nos últimos voltou o sol e prazedor calor.

IMG_20170522_115058.jpg

Aereoporto de Balice

IMG_20170525_113025.jpg

O mesmo jardim de cima, desta vez com o verde de um dia de chuva

IMG_20170525_115425.jpg

IMG_20170525_131106.jpg

St. Florians Gate

IMG_20170525_211731.jpg

 Restaurante Bordo

IMG_20170525_224314.jpg

IMG_20170525_224823.jpg

IMG_20170525_225002.jpg

Ponte Kładka Ojca Bernatka no bairro judeu

IMG_20170527_113624.jpg

Por entre ruas que dão acesso à Stare Miastro

IMG_20170528_114210.jpg

IMG_20170528_114348.jpg

IMG_20170528_114626.jpg

IMG_20170528_114815.jpg

IMG_20170528_124437.jpg

IMG_20170528_125314.jpg

Stare Miastro num dia perfeito de passeio

IMG_20170528_125707.jpg

IMG_20170528_130247.jpg

IMG_20170528_130259.jpg

IMG_20170528_130658.jpg

IMG_20170528_130911.jpg

IMG_20170528_132545.jpg

Wawel Castle com as cores da primavera

IMG_20170528_131535.jpg

Smok Wawelski (Wawel Dragon)

IMG_20170528_215118.jpg

IMG_20170528_220024.jpg

A beleza da Stare Miastro à noite

IMG_20170529_121244.jpg

 E assim acabou a aventura de ir ter com ele. Foram dias fantásticos e gostava de voltar a repeti-los...

23
Abr17

De quando fui à Budapeste

bii yue

A viagem à Budapeste (Hungria) foi uma aventura que começou com imenso frio e voltou a acabar com imenso frio, mas tirando o pormenor das temperaturas nada apelativas do interior da Europa, foram dias muito bem passados.

Depois uma viagem de 7 horas, chegar de madrugada a uma cidade compeltamente nova, sem rede no telemóvel para poder aceder à internet, andar perdidos por quase 3 horas no sentido oposto das atrações da cidade. Por fim o hostel foi encontrado e a city tour de 2 dias começou. 

A cidade tem monumentos e edifícios bastante bonitos e vale a pena ser visitada! Apesar de a população ser um pouco carrancuda devido ao ambiente que ainda se vive pós 2º guerra mundial, a vista tanto de Buda, como de Peste que se têm ao redor é esmagadoramente linda

IMG_20170219_092808.jpg

Liberty Bridge

IMG_20170219_103815.jpg

Heroe's Square

IMG_20170219_104939.jpg

Vajdahunyad Castle

IMG_20170219_105322.jpg

Igreja dentro das muralharas do Vajdahunyad Castle

IMG_20170219_105430.jpg

Estátua "Anonymous" dentro das muralharas do Vajdahunyad Castle

IMG_20170219_111227.jpg

Estátua perto do City Park

IMG_20170219_122318.jpg

Estação central

IMG_20170219_152257.jpg

Hostel Walking Bed

IMG_20170219_144034.jpg

IMG_20170219_191050.jpg

Széchenyi Chain Bridge

IMG_20170219_191919.jpg

Hugarian Parliament

IMG_20170219_193940.jpg

Cruzeiro no rio Danúbio

IMG_20170219_194221.jpg

Buda Castle and Chain Bridge

IMG_20170219_194503.jpg

Castle Hill

IMG_20170220_115247.jpg

IMG_20170220_124728.jpg

Vistas a subir à colina a caminho da Statue of Liberty

IMG_20170220_124532.jpg

Statue of Liberty

IMG_20170220_124826.jpg

 A típica foto depois de uma subida enorme, cansaço acumulado mas com uma vista incrível.

IMG_20170220_131742.jpg

 Mais uma típica foto ao chegar ao fim de dois dias maravilhosos, apesar do cansaço e frio, são memórias que ficam e sorrisos gravados.

Sobre mim

foto do autor

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Inspiração


Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me