Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

23
Dez21

O estacionamento

alma de bii yue

Conto de Natal da nossa abelinha.

Conto de Natal 2021

Um manto de branco cobria o estacionamento. Só os candeeiros à luz das velas contrastava com a escuridão da noite. Um ou outro carro espalhados pelo espaço que já levavam com um manto ligeiro de neve. E no centro um trenó. O vento frio gelado, sons de animais que não hibernaram. Um cenário gélido. Uma pequena cidade abandonada.

As pessoas foram influenciadas a mudarem-se para os grandes centros, deixando as aldeias e pequenas cidades ao abandono. Estas ficaram no esquecimento ou serviam de passagem breve à exploração de um presente distante. Pessoas aventureiras tentavam tornar-se nómadas, voltar a viver da natureza e dar vida ao que foi deixado para trás. No entanto, acabava por se tornar insustentável visto que iria existir uma ligação com a civilização e esta cortava todas as tentativas de escape e retorno.

À procura do pinheiro foi substituída pela procura incansável de presentes. A lareira pelo aquecimento central. A neve e frio por animações 3D. A figura do pai natal por um robo que voava. As reuniões e jantares em pessoa por telas para prevenir demasiados aglomerados. As histórias passaram a ser sobre recordações... A trazerem os velhos tempos,tradições e a misturarem-se com o que passado. Frio e neve lá fora, os dias curtos. Lareira a aquecer e dar luz ao ambiente. Decorações naturais espalhadas, comida preparada na hora, feita com carinho e trabalho de equipa. Chocolate quente com especiarias. Velas e incensos. Azevinho à entrada da porta principal. Celebrar e agradecer.

Envolta em cobertores, é desperta pelas sombras provocadas pela luz da lua cheia. Com a mente aturdida fica no vácuo de não conseguir processar os pensamentos que estava a ter. Uma realidade, uma visão, um sonho, um pesadelo?! O cansaço e o sono pesam perante o breu. Volta a adormecer, aconchegada entre os cobertores, com as brasas da lareira a proporcionarem calor naquela cabana no meio do tudo do nada. 

15
Dez21

A fogueira

alma de bii yue

Desafio no âmbito da iniciativa da Mãe Natal, conhecida por imsilva.

Invernos rigorosos pediam celebração para gerar ânimo e celebrar o final dos meses pequenos e escuros.

As árvores eram decoradas com laranjas, maçãs e outras frutas secas que eram secadas para durar pelos meses de pouca colheita. À entrada das portas eram colocadas pinhas e azevinhos. Sinos e símbolos que representassem luz eram espalhados pelos espaços públicos. Velas com ervas naturais, nesta época eram usadas em abundância. Sacos com ervas associadas à prosperidade e fertilidade eram criados para ser oferecidos e colocados em casa até à próxima estação. Uma taça com frutos secos e cenouras era deixada à lareira para aquando da visita do velho homem do inverno. As renas não só permitiam que ele conseguisse chegar as aldeias mais distantes, como também ajudavam a montar os preparativos para as celebrações. No centro da aldeia a fogueira era alimentada durante dias. As pessoas reuniam-se de volta desta partilhando comida, bebida e as suas artes. 

O espírito e o ânimo das celebrações, dava esperança para os meses até a chegada da primavera. A comida e bebida com o calor da fogueira combatia o frio do inverno. As conversas, as brincadeiras, os cânticos e danças não deixavam a magia morrer... Porque à volta da fogueira estava o fogo, para tudo e para todos.

Tradições que foram sendo sufocadas, alteradas e adequadas às sociedades e épocas que vieram. Uma ilusão que foi obrigada a ser criada para proteção. Desconstruir a história da celebração pagã e tradições nórdicas. Como um manto a esconder a verdadeira aparência do humano. Uma rena e o trenó sozinhos para desviar a atenção. 

16
Dez20

brinda com canela

alma de bii yue

Inspirada no post da nala e de acordo com o típico conto de natal a decorrer na sapoesfera do imsilva, deixo a minha contribuição para esta época natalícia mas com um toque diferente. 

Fim de tarde em dezembro. O frio já se instalou desde o início do mês, a chuva cai provocando um som relaxante, a lareira faz barulho de estalos ao queimar a madeira, e liberta calor que aquece o estúdio. O gato junto à lareira, esticado, vira-se quando uma parte do corpo fica demasiado quente e volta a adormecer e a saborear o aconchego. Com uma chávena de chocolate quente acabada de fazer, vai sentar-se no chão com o papel e caneta já preparados em cima da pequena mesa. Faz uma festa no gato que faz um som de prazer, dá um golo no chocolate quente e começa a escrever...

"Queridos ancestrais, um obrigado profundo. Por permitirem que hoje "eu" exista com direitos e deveres, por toda a luta pelo que achavam certa durante as diversas épocas, por todo o suor, lágrimas e dor derramada. Não foi em vão, porque a evolução vai ocorrendo... É verdade que ao longo dos séculos as tradições foram mudando e muitas ficaram esquecidas e perdidas. Espero que com a mudança discreta que esta a ocorrer, o que sobreviveu retorne!

Neste época natalícia, traz um sentimento ambíguo. Com o meu crescimento foi-se perdendo a tradição numa família pequena. Isto trouxe-me a emoção de ser "a deslocada" ao comparar-me. Sei que não é algo que só eu carrego, mas também com quem vivo debaixo do teto que me viu crescer. E com tanta mudança, conquistas e recomeços, o que quero é colocar o velho no novo e construir novas memórias que me confortem. 

Com a casa decorada com velas de diferentes tamanhos e cores, ramos de pinheiros, pinhas, azevinho e paus de canela. Quero a chegada do dia para acender todas as velas, apagar as luzes e sentar-me com ele. À luz das velas partilhar-mos o jantar, termos um momento de olhar nos olhos um do outro e simplesmente sentir, brindar a tudo o que nos faz felizes e a tudo o que nos ensinou lições.

Que a luz retorne e nasça da escuridão, que haja partilha de amor e seja celebrada a gratidão de amar-mos e sermos amados. Que seja um feliz yule ou solstício de inverno. Obrigado, obrigado, obrigado."

Pousa a caneta e suspira profundamente. Com o movimento e som, o gato acorda e vai sentar-se ao seu lado. Faz-lhe mais umas festas que traz o som do ronronar e um olhar penetrante. Envolvida naquela atmosfera, agarra na carta e deita-a à lareira. Em segundos é consumida pelo fogo, provocando um crescimento e mudança da cor da chama. O seu olhar fica perdido no fogo. Um zumbido surge nos seus ouvidos e um enorme sorriso aparece na sua face.

Time Flys Away ☽ ☾

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é a luta e motivação para descobrir do que mais sou capaz.
põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟
🌈 💮 🦉
conhece o meu trabalho holístico
⬇️
blog:🌛 🌝 🌜

descobre-me

foto do autor

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

youtube channel

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social

Eu Sou Membro
O melhor presente desta comunidade ♥

Em destaque no SAPO Blogs
pub