Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

28
Fev21

Estrada Atlântica até à Zambujeira do Mar

alma de bii yue

Mais um fim de semana de sol e ar fresco, perfeito para começar as férias. Como o hábito e prazer mandavam, a viagem começa de manhã cedo.

Partindo de Aveiro e seguindo a estrada nacional, passando por Mira até à Figueira da Foz. 

IMG_20200104_122007.jpg

Após uma breve paragem segue-se a estrada nacional até se ir de encontro à estrada atlântica, a mítica estrada da costa oeste. 

estrada ataltica.png

Um estrada que é um prazer enorme conduzir para apreciar a paisagem de floresta, dunas, mar, sentir a liberdade e natureza. 

A primeira paragem é sempre no farol de São Pedro Moel.

IMG_20200104_135348.jpg

E acabando na Nazaré para almoçar. À tarde segue-se São Martinho do Porto e sobe-se a serra para absorver a vista incrível do mar e horizonte. E mais uma paragem para sentir o ar fresco envolvido em salitro. 

IMG_20200806_122611.jpg

O dia acaba em Peniche e a visita obrigatória até à Papôa e ver as Berlengas ao longe. Seguindo a nacional que dá à volta ao cidade dentro da muralha observa-se o sol a começar a descer até se chegar ao farol do Cabo Carvoeiro e assistir ao magnífico por-do-sol. 

IMG_20190809_152601.jpg

O dia seguinte é passado mais uma vez passado na estrada, começando o mais cedo possível. Entrando na auto-estrada até ao Portinho da Arrábida. Assistir à beleza da cor azul clara transparente do mar com o contraste dos verdes da serra.

IMG_20200808_122845.jpg

Continua-se pela nacional e passasse pelo alto alentejo. O contraste do sul com o norte, a vegetaçao mais baixa, o amarelo dos campos e quintas, sente-se o calor e o ar mais pesado, os animais a pastar, o barulho dos insectos em terras que poucos humanos vivem. O caminho é longo até chegar-se mais para o final da tarde até à Zambujeira do Mar. Terra pequena, mas com uma beleza e magia que me encata e apaixonou.

IMG_20200809_201828_825.jpg

Desafio Sonhamos ir por aí! - Vá para fora cá dentro... de casa! por Cristina Aveiro

19
Fev21

Desafio era uma vez uma princesa tão gorda que só ocupava espaço.

alma de bii yue

era uma vez uma princesa tão gorda que só ocupava espaço,

ficava os dias em casa, no seu mundo que foi obrigada a crescer por todos os comentários que estava constantemente a receber. Ora lia, ora desenhava, ora escrevia, ora tocava piano, ora ficava a olhar pela janela... sonhava com o mundo lá fora, o ar fresco, o sol e a chuva, os animais com a sua liberdade e sintonia com o espaço em redor.

chegou a um ponto que o aborrecimento torturava a sua mente. pegou em toda a sua coragem e abriu a porta para o exterior. era só colocar um pé à frente do outro, mas essa ideia deixava-a zonza. por isso voltou para o comforto do seu quarto.

Mais um desafio da nossa Ana de Deus

12
Fev21

Desafio: pintar o rosto

alma de bii yue

olhar cansado com esperança no horizonte. cabelo atado à pressa para mais um dia de trabalho. a máscara esconde um sorriso sempre presente, não importa o seu estado de espírito. sempre numa correria para os outros, mas num ritmo que para si descarrega a adrenalina.

só que os olhos não mentem, porque esses mesmo que esteja a esboçar um sorriso... com um olhar mais atento sente-se a profundidade que vai dentro daquele corpo. uma pessoa habituada a sorrir perante a sua dor. 

uma mulher resiliente, a sorrir perante as olheiras de cansaço, a olhar para o horizonte perante as pedras no caminho. a lutar por si, expressando-se nas suas expressões faciais e corporais.

Pintar o rosto desta mulher, mais um desafio da nossa querida Ana de Deus.

10
Fev21

Desafio: Verde Escuro

alma de bii yue

Pés na terra coberta de erva e pequenas flores. Braços envolvidos no tronco espesso e rugoso da árvore, as folhas verde escuro a baterem umas nas outras com a brisa de começo do dia. O fresco do início dos longos dias de verão. Apenas por uns segundos que parecem minutos. Estar presente no presente com a gaya, respirar o ar puro, sentir-lá e agradecer-lhe.

Sabes mais sobre o desafio aqui.

03
Fev21

Desafio: Negro

alma de bii yue

Respiração profunda e incompleta. Palpitações no coração. Suores frios e quentes. Um corpo que treme provocando dores. Uma mente que foca e desfoca, pensamentos que fluem numa velocidade furiosa, atenção que vai para o que não deve. 

Fecha os olhos, é tudo negro! Imagina algo, mas é como cair num buraco sem fim. A medida que o tempo passa, o mundo lá fora começa a girar, pequenas luzes começam a aparecer. Mas a sensação é sufocante.

E ali deitada na cama, enrolada sobre mim mesma. Com lágrimas a cair, com um corpo e mente a debaterem-se. Sentindo-se no negro, mas iluminada pela sua própria luz.

Sabes mais sobre o desafio aqui.

27
Jan21

Desafio: Castanho

alma de bii yue

A porta castanha fecha fortemente. A chorar em soluços encosta-se e deixa-se descer até cair no chão. Preferia chorar em silêncio, não suportava o olhar de quem não sabe o que fazer com ela naquele estado. Sem dar conta o gato estava na mesma divisão e vem ter com ela para a consolar

Tenta focar a sua mente no espaço ao seu redor, começa a fazer respirar e fecha os olhos. Começa a imaginar o seu espaço seguro, mas desta vez só vê um corredor com portas em ambos os lados. Todas castanhas mas com padrões diferentes. Uma delas num estilo antigo com ramos pendurados chama a sua atenção. Abre-a...

Sabes mais sobre o desafio aqui.

23
Jan21

Desafio: Azul Marinho

alma de bii yue

Novo desafio, chego sempre um pouco tarde, mas chego! Não sou do tempo dos lápis de cor da Viarco, mas lembro-me da minha mãe me falar. E precisamos de pintar, deixar a nossa criatividade fluir 

O vestido com que tinha sempre sonhado! Da cor azul marinho, justo na parte superior, mas solto na parte inferior, longo e simples. Estilo boho que poderia ser usado para uma ocasião formal ou também numa ocasião mais especial.

Ela lembra-se de ter visto algo semelhante quando ainda era uma adolescente, mas depois ficou esquecido. Até ao dia que o vê numa montra. No entanto, naquele momento não tinha possibilidades para o comprar, tinhas outras prioridades A sua saúde estava frágil e tornou-se a sua prioridade. Ficou parada na montra a apreciar por uns longos momentos, suspira profundamente e continua o seu caminho.

Poucos anos mais tarde, a sua vida tinha-se transformado novamente. Estava a preparar-se para uma sessão de fotos, para ter conteúdo e atualizar o site do seu negócio pessoal que envolvia todas as técnicas de cura holística que tinha estudado até então. Uma das pessoas com quem trabalha aparece com o exacto vestido que tinha visto na montra. E ela não podia acreditar...

 

16
Dez20

brinda com canela

alma de bii yue

Inspirada no post da nala e de acordo com o típico conto de natal a decorrer na sapoesfera do imsilva, deixo a minha contribuição para esta época natalícia mas com um toque diferente. 

Fim de tarde em dezembro. O frio já se instalou desde o início do mês, a chuva cai provocando um som relaxante, a lareira faz barulho de estalos ao queimar a madeira, e liberta calor que aquece o estúdio. O gato junto à lareira, esticado, vira-se quando uma parte do corpo fica demasiado quente e volta a adormecer e a saborear o aconchego. Com uma chávena de chocolate quente acabada de fazer, vai sentar-se no chão com o papel e caneta já preparados em cima da pequena mesa. Faz uma festa no gato que faz um som de prazer, dá um golo no chocolate quente e começa a escrever...

"Queridos ancestrais, um obrigado profundo. Por permitirem que hoje "eu" exista com direitos e deveres, por toda a luta pelo que achavam certa durante as diversas épocas, por todo o suor, lágrimas e dor derramada. Não foi em vão, porque a evolução vai ocorrendo... É verdade que ao longo dos séculos as tradições foram mudando e muitas ficaram esquecidas e perdidas. Espero que com a mudança discreta que esta a ocorrer, o que sobreviveu retorne!

Neste época natalícia, traz um sentimento ambíguo. Com o meu crescimento foi-se perdendo a tradição numa família pequena. Isto trouxe-me a emoção de ser "a deslocada" ao comparar-me. Sei que não é algo que só eu carrego, mas também com quem vivo debaixo do teto que me viu crescer. E com tanta mudança, conquistas e recomeços, o que quero é colocar o velho no novo e construir novas memórias que me confortem. 

Com a casa decorada com velas de diferentes tamanhos e cores, ramos de pinheiros, pinhas, azevinho e paus de canela. Quero a chegada do dia para acender todas as velas, apagar as luzes e sentar-me com ele. À luz das velas partilhar-mos o jantar, termos um momento de olhar nos olhos um do outro e simplesmente sentir, brindar a tudo o que nos faz felizes e a tudo o que nos ensinou lições.

Que a luz retorne e nasça da escuridão, que haja partilha de amor e seja celebrada a gratidão de amar-mos e sermos amados. Que seja um feliz yule ou solstício de inverno. Obrigado, obrigado, obrigado."

Pousa a caneta e suspira profundamente. Com o movimento e som, o gato acorda e vai sentar-se ao seu lado. Faz-lhe mais umas festas que traz o som do ronronar e um olhar penetrante. Envolvida naquela atmosfera, agarra na carta e deita-a à lareira. Em segundos é consumida pelo fogo, provocando um crescimento e mudança da cor da chama. O seu olhar fica perdido no fogo. Um zumbido surge nos seus ouvidos e um enorme sorriso aparece na sua face.

27
Nov20

Desafio: rainy day

alma de bii yue

O ar quente e saturado começa a fazer-se sentir, contrastando com o frio desse dia. As enormes nuvens negras movem-se rápido no céu e ao longe ouve-se o som dos trovões. Ela inspira aquela energia no ar e decide ir preparar-se para a tempestade de final de verão, início de outono que estava a criar-se.

No chão junto à janela, coloca mantas, almofadas, o computador e um livro. Começa a preparar o chá, quando começam a cair as primeiras gotas. Abre a janela e respira aquele cheiro tão bom e recomfortante. A terra começa levemente a ser molhada por gotas grossas que vão aumentando de frequência. O gato vêm enrolar-se nas pernas a observar e uma tentativa falhada de fugir lá para fora.

O chá fica pronto e vai enroscar-se no cantinho que construiu a observar a chuva a cair lá fora. Poucos minutos depois o gato dá as suas voltas e deita-se junto as suas pernas. Naquele ambiente fica a saborear o chá, enquanto os seus pensamentos divagam e ideias para um novo texto iam surgindo. Pega no computador e começa a escrever ao som da chuva no telhado e na janela. 

Embalada pela descargar de adrenalina e o aconchego criado, o corpo começa a ficar pesado e os olhos a quererem fechar. Rende-se ao sono naquele dia de tempestade.

Descobre os outros testemunhos do desafio aqui.

Time Flys Away ☽ ☾

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue, sou uma adulta a descobrir como viver a vida.
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é o que me faz lutar para descobrir do que mais sou capaz.
vai buscar chá ou café, põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟

descobre-me

foto do autor

Conhece o meu trabalho holístico

blog:🌛 🌝 🌜

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social


Follow

Em destaque no SAPO Blogs
pub