Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

because your smile make me live ♥

forceful, trust, connected & discovering the wonders of the universe ✨

29
Out19

azul e rosa na pele

alma de bii yue

Esta ideia já andava na minha cabeça há uns meses, só ainda não tinha tido a paciência para meter as mãos na massa. Num fim de semana que fui à casa dos meus pais, lembrei-me de trazer os blocos de aguarela para concretizar a minha ideia. 

Ora bem, a minha ideia final era a tinta ficar bem marcada no corpo e cobrir a pele. Não foi isso que aconteceu, por isso improvisei. Poderia ter tido a paciência para pintar com um pincel, mas quando me vem a inspiração é simplesmente pegar no telemóvel e tripé e fotografar. 

O porquê do mês do outubro, é fácil, é o mês de prevenção do cancro da mama. Uma doença que imensas mulheres sofreram e sofrem, que tem consequências devastadoras no físico e psicológico de uma pessoa. É também o tema da minha tese, daí ter mais significado para mim. Mas para mim, também significa o mês de todas as mulheres, porque é quando os humanos estão mais atentas ao que é postado e há um maior alerta para o tema, vim só aproveitar a oportunidade para me exprimir um pouco mais

LRM_EXPORT_7174089288656_20191022_163638587~2.jpeg

LRM_EXPORT_7118036976268_20191022_163542535.jpeg

Há quem possa achar que este tipo de fotos é explicito, é mostrar muita pele, é sexual. Mas já se sabe que isso são as más línguas e a pobre visão desta sociedade que não deixa uma mulher mostrar mamilos sem serem censurados, mas para um homem já é totalmente natural. Onde o corpo feminino é sexualizado e reprimido, por se ter um par de mamas, curvas e um rabo. Uma sociedade que impõe regras, que faz as mulheres pensarem bem antes de vestir uma certa roupa para não se sugeitarem a comentários que ninguém pediu, que provoca o medo de andar sozinha e de querer responder mas calar porque já se sabe que ninguém vai ajudar. 

LRM_EXPORT_7179420070195_20191022_163643918.jpeg

LRM_EXPORT_7081599316958_20191022_163506097.jpeg

Eu exponho-me, mas sem medos, sem tabus, sem julgamentos. É apenas a minha pele, o meu corpo a exprimir-se, a minha energia captada numa foto. Representa a liberdade de ser eu mesma, um ser humano com um corpo e uma alma a descobrir-se.

É sobre a liberdade de expressão, a liberdade de um corpo feminino, a liberdade de ser mulher. A liberdade que qualquer ser humano deveria ter, não importa o sexo ou género!

 

28
Set19

falta de noção? falta de respeito?

alma de bii yue

Não gosto de colocar rótulos em mim mesma de ser ou não feminista. Devem existir direitos e deveres iguais, porque somos humanos e não deveria existir descriminação. Deve haver respeito e consciência pelo próximo. A culpa é da sociedade, mas também é das pessoas que ainda têm uma mente fechada, não param e olham para compreenderam o porquê de se exigir o acima. 

Fiz voluntariado, onde sei que fiz a diferença em pelos menos alguns seres humanos e isso enche-me o coração de gratidão. Tudo o que lhes dizia é o que acredito,  porque a nossa geração e a deles são as chaves da mudança, as que ainda têm um futuro pela frente.

Vamos a conversa importante. Não estou aqui a dizer que os homens também não sofrem, porque sofrem. Apenas as mulheres são mais bombardeadas todos os dias e calam-se! Se nos calarmos a sociedade não avança, ninguém irá perceber o quão urgente é preciso tomar medidas para prevenir e mudar comportamentos machistas. 

Quantas vezes vamos na rua, a fazer a nossa vida e levamos com piropos nojentos ou não. As pessoas podem apelar que no fundo nós gostamos, mas aqui a questão não é gostar ou não gostar, é a maneira como é expressado! É uma invasão do nosso espaço porque nós não pedimos por nada, independentemente de estar bem ou mal arranjadas, de estar num dia em que nos sintamos e transmitamos mais confiança ou não. Há uma invasão que vai deixar um desconforto e o ser humano tem tendência a guardar isso para si, calar-se e seguir como se nada tivesse acontecido. Há alturas que queremos responder, mas pensamos que não irá fazer diferença, que como somos mais fragéis, a pessoa pode vir atrás e ter consequências piores. São medos gerados por comentários que ninguém pede, porque não existe uma consciência e respeito pelo ser humano, especialmente o sexo feminino. 

Sempre mantive esta opinião para mim e para as sessões de voluntariado, mas houve um acontecimento que me traz aqui, que me faz querer gritar ao mundo "ACORDEM E APRENDAM A RESPEITAR O PRÓXIMO!".

Reconectei-me com a natureza, por isso adoro os meus passeios na praia, a sentir a areia nos pés, o vento com salitro a bater no meu corpo, aproveitar cada sensação e ter uma conversa comigo mesma para me alinhar. É o meu momento a sós, onde estou sozinha com a natureza. Eu parto do sobreposto que quando uma pessoa esta a caminhar sozinha na praia, é porque lhe sabe bem e quer aproveitar esse momento. E isto pode ser na praia ou noutro lugar qualquer em contacto com a natureza. Uma pessoa não quer ser abordada por homens, só porque eles vêm ali uma mulher sozinha e supostamente indefesa a andar sozinha. Se isto acontecesse numa cidade, num espaço fechado enquanto estamos a espera, é completamente normal porque é aquela conversa de circunstância. Se querem falar vão para uma zona que dê para falar com pessoas, não invadir o espaço de quem apenas que aproveitar o seu momento e que acaba por ter que dar meia volta para trás por causa de homens que não sabem respeitar uma mulher. 

Posso estar a levar isto para o extremo, mas esta situação deixou-me extremamente desconfortável. Tive que voltar para trás porque não queria falar, queria estar em silêncio comigo própria, e mais a frente volta a acontecer a mesma situação com outro homem que tentou ser invasivo. Não!, isto não é correto. Isto é falta de noção, é um comportamento a puxar para o machismo só porque vêm uma mulher nova sozinha, que no pensamento deles deveria estar a gritar para virem se intrometer. 

Infelizmente já tive as situações comuns do dia-a-dia dos piropos, aos quais já não me calo. Tenho uma voz para ser ouvida, porque eu não pedi por nada. Nesta, apenas me afastei de forma educada e só queria chegar ao carro e gritar. São situações que não se podem dar importância, mas a verdade é que são situações que nem sequer deveriam acontecer em primeiro lugar, se houvesse respeito e não estas ideias das diferenças entre sexos. 

O ser humano é um alvo, especialmente o sexo feminino. É preciso agir, por isso estou aqui a contar a minha história. Felizmente não é nada grave, porque infelizmente existem demasiados casos desses com consequências terríveis. Quando nascemos somos todos iguais, porque têm que se impor as diferenças de sexo e a medida que crescemos e estas só aumentam e acentuam-se? É realmente necessário exigir uma mudança, sermos a mudança!

Eu poderia ter dito que não desde o início, que era o momento a sós. Não tive a coragem de dizer o não, porque há sempre um receio da resposta do outro lado. É suposto sermos simpáticos assim fomos ensinados, mas esta mentalidade também tem que ser mudada. Foi a primeira vez que me aconteceu uma situação destas, é completamente natural não saber como agir corretamente e só no final é que nos apercebemos que deveriamos ter tomado outra atitude. Aprendi a minha lição, tenho que ganhar a coragem de dizer que não. 

08
Mar19

Dia Internacional da Mulher

alma de bii yue

Hoje é um dia focado nas mulheres e toda a controvérsia à nossa volta. Somos seres humanos por vezes mais sensíveis, mais susceptíveis ao mundo que nos rodeia, que encaram dificuldades acrescidas.

O dia é mais focado na violência doméstica. Nos casos contáveis que acabam em morte, nos incontáveis casos em que as mulheres sofrem em silêncio, nos numerosos casos em que a justiça não actua de forma justa e decide ignorar. A violência é assunto para ser falado, para consciencializar as pessoas porque só assim é que ao longo do tempo poderá haver mudança. É necessário denunciar, ajudar as vitimas a ter essa coragem porque irá ser um ponto sem retorno, onde tudo irá mudar e é isso que é o mais assustador para a vítima. Conscencialização e união são as palavras de poder.

No entanto, também é necessário referir outros assuntos importantes para este dia internacional da mulher. Em pleno século XXI, continua haver mutilação genital em alguns países, continua a haver casamentos forçados, continua a não haver direitos para as mulheres e são consideradas numa escala abaixo dos animais, continua a haver inúmeras castigos que podem levar à morte se a mulher não se comportar como um objecto apenas para servir e agradar ao homem. Ainda há muito caminho a percorrer, guerras a ser ganhas, vozes para serem ouvidas, direitos a ser ganhos.

Há que relembrar e homenagear todas as mulheres que até aos dias hoje que lutaram e lutam para termos os nossos direitos ouvidos, para que haja igualdade de sexo, para que sejamos vistas e ouvidas. Às mulheres da ciência que fizeram descobertas importantes, às sufragettes que nunca desistiram até ter sido feito justiça para os nossos direitos serem aceites, às que conseguiram chegar ao mesmo nível que os homens com muitos esforço e lágrimas derramadas.

O dia internacional da mulher é um lembrete para ser usado como referência da nossa história! Os fracassos que levaram a grandes vitórias para que hoje em dia, uma enorme percentagem de mulheres, tal como eu, tenha a liberdade de se expressar como se sente à sua maneira, para que possa estudar, para que possa ter direitos e dar a sua opinião. É um dia para agradecer, mas também para ter noção que ainda há um longo caminho a percorrer por quem ainda não possuem os mesmo direitos que a maioria sortuda!

Time Flys Away ☽ ☾

prazer, entra neste cantinho virtual 💌

2E0A6715
biiyue, sou uma adulta a descobrir como viver a vida.
uso as palavras e imagens para me expressar. a jornada de desenvolvimento e cura pessoal é o que me faz lutar para descobrir do que mais sou capaz.
vai buscar chá ou café, põe-te confortável
se ressoar, sê bem-vind(o-a) e fica o tempo que precisares 🌟

descobre-me

foto do autor

Conhece o meu trabalho holístico

blog:🌛 🌝 🌜

Parceria/Colaboração

contacto: helenabeatriz12@sapo.pt

baú de recordações

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

you're doing great! ♥

vibes ✨

pesquisa e encontra

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais de mim no mundo social


Follow

Em destaque no SAPO Blogs
pub